ganhar dinheiro como nômade digital

7 maneiras de ganhar dinheiro como nômade digital

coworkingNômade Digital

Hoje em dia, é cada vez mais comum encontrar profissionais que escolheram ganhar dinheiro como nômade digital. Inclusive nos coworkings, há muita gente adepta desse estilo de vida. As opções são numerosas e atraentes.

Além de conhecer novas culturas e culturas, é possível ter muita liberdade e flexibilidade em relação às atividades executadas no dia a dia. Apesar disso, muita gente não começa por medo, falta de confiança ou por não se sentir preparado.

Sim, ninguém nunca está 100% preparado. Eu mesmo comecei a me tornar um nômade digital meio que por acaso. Comprei uma viagem de ida para o Nordeste, meus recursos começaram a acabar e passei a trabalhar a distância.

Se você quer se juntar à crescente tribo desse setor e ganhar dinheiro como nômade digital, aqui estão 7 dicas para você começar o quanto antes.

1. Use a economia compartilhada

Se você tem um carro ou um apartamento, por exemplo, você pode integrá-los à economia compartilhada e faturar com isso. Plataformas como Uber e Airbnb, por exemplo, pode complementar a renda ou até mesmo se tornar a principal fonte de ganho. Mesmo que você esteja viajando, pode gerenciar uma locação a distância.

2. Seja revisor e editor de textos

A revisão e a edição de textos é um tipo de trabalho que pode ser feito em qualquer lugar do mundo, contanto que você tenha um notebook e acesso à internet. Como editor ou revisor de texto, você revisará materiais escritos e verificará questões como ortografia, gramática e legibilidade.

No Brasil, há plataformas como a Rock Content, onde você pode se tornar um freelancer e se desenvolver como um profissional da área.

3. Ofereça serviços de tradutor

Caso você seja bom em línguas, pode fornecer serviços nessa área para algumas empresas e ganhar dinheiro como nômade digital. Além de faturar um bom dinheiro, é uma oportunidade perfeita para aprimorar suas habilidades linguísticas.

Você pode traduzir documentos escritos, gravações de áudio e vídeos. Você também pode trabalhar para uma ou várias agências que demandam esse tipo de trabalho.

4. Atue em programa de afiliados

O programa de afiliados consiste em promover produtos ou serviços de terceiros e você ganha uma comissão toda vez que um visitante clica em um link de afiliado e compra um produto. No entanto, para ganhar dinheiro, é muito interessante ter um site ou blog com tráfego. No Brasil, existem plataformas como a Hotmart, que disponibilizam diversos produtos e serviços que você pode comercializar como um afiliado.

5. Venda seus conhecimentos na internet

Você pode ganhar dinheiro como nômade digital vendendo seus conhecimentos nas mais diversas áreas, como marketing digital, desenvolvimento web, direito, medicina e muito mais. Tudo o que você precisa é de um notebook com acesso à internet.

Você pode atuar de forma estratégica, identificando como seu conhecimento resolve um determinado problema. Assim, pode promover produtos como e-books e cursos, a fim de comercializar seus conhecimentos.

6. Seja um gestor de mídias sociais

O trabalho de gestor de mídias sociais requer bastante tempo online e pode ser feito de qualquer lugar do mundo, desde que você tenha um notebook e acesso à internet. Caso você já tenha muita familiaridade com as redes sociais, você pode começar a oferecer serviços nessa área para os seus clientes.

Você precisará, por exemplo, desenvolver uma estratégia para criar, organizar e gerenciar todo conteúdo publicado em canais de mídias sociais, além de desenvolver estratégias de marketing.

7. Atue como um assistente virtual

Assistentes virtuais têm muitas demandas e os trabalhos podem ser feitos de praticamente qualquer lugar do mundo, tendo algumas limitações, como a questão do fuso horário, que pode afetar seu desempenho. Um assistente virtual executa atividades em várias áreas, mas a base do seu trabalho é administrativa.

Entre as habilidades de um profissional desse setor, podemos destacar relatórios de despesas, marcação de reuniões, pesquisas gerais e outras tarefas administrativas.

E aí, o que achou dessas maneiras de ganhar dinheiro como nômade digital? Essas são apenas das profissões que você pode atuar a distância, mas existem muitas outras. Espero que esse texto possa lhe inspirar para encontrar uma atividade que gera uma renda extra ou até se estabeleça como sua atividade principal.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para ficar por dentro de 5 questões essenciais do trabalho remoto.

construir relações produtivas

Como construir relações produtivas com seus colegas de trabalho

Carreira

Você já trabalhou em algum lugar no qual não suportava olhar para a cara do chefe ou de alguns colegas? Além disso, você já teve dificuldade de construir relações produtivas?

É provável que você tenha respondido sim para as duas perguntas. Eu, definitivamente, estou dentro do grupo de profissionais que já enfrentaram (ou ainda enfrenta) esses tipos de dificuldades.

Ignorar as pessoas problemática não seria a melhor decisão. Afinal, temos que conviver com elas todos os dias.

Um caminho interessante é entender as razões pelas quais há conflitos com os colegas de trabalho. Com isso, será possível desenvolver um modelo de comportamento para evitar todo tipo de estresse que pode acontecer no dia a dia na empresa — independentemente se for em um emprego remoto ou em um escritório tradicional.

Neste texto, vou destacar algumas ideias para você construir relacionamentos produtivos com seus colegas de trabalho. Acompanhe!

Desenvolvimento da inteligência emocional

Algumas pesquisas afirmam que a inteligência emocional é responsável por 58% do seu desempenho no trabalho. Isso quer dizer que as pessoas com baixos níveis de inteligência emocional podem ter sucessivos fracassos na carreira, incluindo a incapacidade de lidar com problemas interpessoais.

Além disso, a inteligência emocional representa um papel muito significativo nas habilidades de liderança, que são essenciais para as empresas do século 21, não é verdade?

Segundo o site Psychology Today, a inteligência emocional é a capacidade de a pessoa perceber, controlar e avaliar as emoções — em si própria e nos outros à sua volta — e usar essas percepções da melhor forma possível.

Entre os benefícios de ter a inteligência emocional bem desenvolvida, vale dizer que ela é essencial para influenciar positivamente a pessoa no desempenho no trabalho e na saúde mental e física. Além disso, faz toda diferença no comportamento e em situações de conflito.

Razões para os conflitos no trabalho

Naturalmente, há diversas causas de conflitos no trabalho. Entre as razões mais comuns, posso destacar:

  • Liderança fraca;
  • Falta de informação;
  • Lacunas de comunicação;
  • Ambiente de trabalho precário;
  • Falta de igualdade de oportunidades;
  • Mudanças de cultura;
  • Percepção subjetiva de uma situação;
  • Valores e estilos comportamentais distintos.

Para lidar com colegas que você não tem muita afinidade, é essencial trabalhar no seu autoconhecimento e, conforme destaquei, no desenvolvimento da inteligência emocional.

Eu mesmo trabalho essas habilidades comportamentais por meio de várias atividades, incluindo terapia, meditação, esportes e alimentação saudável.

É claro, no entanto, que isso não acontece da noite para o dia. Enquanto isso, as estratégias abaixo podem ajudar no seu dia a dia!

Aprendendo a construir relações produtivas

Um colega de trabalho problemático pode sugar sua energia e sua alegria no dia a dia. No entanto, ao aplicar algumas estratégias, você pode aprender construir relações produtivas.

No artigo “Como lidar com um colega difícil”, por exemplo, a coach, consultora e palestrante Lolly Daskal destaca o princípios dos 6 As. Conforme ela diz, em nossas vidas sempre existirão pessoas irritadas, irritantes, decepcionadas e difíceis.

Então, para sobreviver em um trabalho com colegas difíceis, o caminho talvez não seja consertar essa pessoas, mas se importar com elas. Seus 6 As incluem:

  • Accept (aceitar): aceitar aquilo que acontece no momento quer dizer que é preciso abandonar o desejo que a situação mude por si própria. É necessário disciplina, o que é difícil, mas traz muito crescimento;
  • Anticipate (antecipar): aqui, é o momento de analisar onde os problemas podem surgir. Muitas vezes, é possível mitigá-los ou até mesmo evitá-los. Esteja vigilante e preparado;
  • Adjust (ajustar): se existirem conflitos frequentes, trabalhe para fazer tudo que puder para evitá-los. Você está sendo empático e ouvindo o que os outros têm a dizer, por exemplo? Pode não resolver totalmente, mas provavelmente minimizará os conflitos ;
  • Attune (sintonizar): é provável que exista algo que você aprecia na pessoa com a qual tem conflitos. Se sim, tente identificar isso. Além disso, não é raro que somos mais incomodados com coisas nos outros que não gostamos em nós mesmos;
  • Avoid (evitar): caso o problema persista, concentre seus esforços em minimizar os contatos diretos. Se você pode trabalhar de forma remota, por exemplo, aproveite. No entanto, tome cuidado para não se isolar do time e das atividades da empresa;
  • Apply (mudar): se todas essas estratégias não fizeram efeito e você ainda estiver infeliz, talvez seja o momento de colocar em prática outros planos. Pode, por exemplo, mudar de departamento, de cidade ou de empresa. Mudar radicalmente é desafiador, mas também pode ser libertador.

Se agarre a algumas questões essenciais

Algumas pessoas se divertem em conflitos. Para elas, é natural viver em meio a situações polêmicas com tudo e todos. Se você tiver algum colega desse tipo, ele vai se agarrar a toda chance de provocá-lo ou rejeitá-lo.

Dessa forma, para neutralizar incompreensões e conflitos, você pode, por exemplo, não fofocar ou não se desviar das políticas da empresa.

Outra coisa que funciona muito bem é manter-se confidencial, ou seja, nunca confronte um colega de trabalho.

Além disso, não fique reclamando com os outros. Caso contrário, você pode desenvolver uma reputação de chorão.

Conclusão

Não existe uma regra para evitar situações de conflito e construir relações produtivas. Cada caso é único e especial e, assim, é importante tentar entender seus colegas de trabalho problemáticos.

Claro que você não precisa ser o melhor amigo dos seus colegas, mas não existe problema em não ter afinidade com alguns colegas. O mais importante é ser profissional e tratar todos com respeito.

Espero que essas estratégias te ajudem a você possa se concentrar melhor em seu trabalho e lidar com as pessoas-problema de forma mais leve.

Conforme você leu no texto, gente difícil vai sempre existir. Seja no trabalho ou na vida pessoal. O problema, portanto, não são exatamente elas. A questão é a forma como reagimos a elas.

Se você gostou deste conteúdo sobre construir relações produtivas com seus colegas de trabalho, aproveite para ficar por dentro das principais habilidades profissionais e produtos que você precisa ficar de olho em 2019.

 

Este é um texto escrito por Renato Ribeiro: nômade digital e especialista em produção de conteúdo. Ele ajuda pessoas e marcas a conquistarem visibilidade, autoridade e oportunidades de negócios na web.