ganhar dinheiro como nômade digital

7 maneiras de ganhar dinheiro como nômade digital

coworkingNômade Digital

Hoje em dia, é cada vez mais comum encontrar profissionais que escolheram ganhar dinheiro como nômade digital. Inclusive nos coworkings, há muita gente adepta desse estilo de vida. As opções são numerosas e atraentes.

Além de conhecer novas culturas e culturas, é possível ter muita liberdade e flexibilidade em relação às atividades executadas no dia a dia. Apesar disso, muita gente não começa por medo, falta de confiança ou por não se sentir preparado.

Sim, ninguém nunca está 100% preparado. Eu mesmo comecei a me tornar um nômade digital meio que por acaso. Comprei uma viagem de ida para o Nordeste, meus recursos começaram a acabar e passei a trabalhar a distância.

Se você quer se juntar à crescente tribo desse setor e ganhar dinheiro como nômade digital, aqui estão 7 dicas para você começar o quanto antes.

1. Use a economia compartilhada

Se você tem um carro ou um apartamento, por exemplo, você pode integrá-los à economia compartilhada e faturar com isso. Plataformas como Uber e Airbnb, por exemplo, pode complementar a renda ou até mesmo se tornar a principal fonte de ganho. Mesmo que você esteja viajando, pode gerenciar uma locação a distância.

2. Seja revisor e editor de textos

A revisão e a edição de textos é um tipo de trabalho que pode ser feito em qualquer lugar do mundo, contanto que você tenha um notebook e acesso à internet. Como editor ou revisor de texto, você revisará materiais escritos e verificará questões como ortografia, gramática e legibilidade.

No Brasil, há plataformas como a Rock Content, onde você pode se tornar um freelancer e se desenvolver como um profissional da área.

3. Ofereça serviços de tradutor

Caso você seja bom em línguas, pode fornecer serviços nessa área para algumas empresas e ganhar dinheiro como nômade digital. Além de faturar um bom dinheiro, é uma oportunidade perfeita para aprimorar suas habilidades linguísticas.

Você pode traduzir documentos escritos, gravações de áudio e vídeos. Você também pode trabalhar para uma ou várias agências que demandam esse tipo de trabalho.

4. Atue em programa de afiliados

O programa de afiliados consiste em promover produtos ou serviços de terceiros e você ganha uma comissão toda vez que um visitante clica em um link de afiliado e compra um produto. No entanto, para ganhar dinheiro, é muito interessante ter um site ou blog com tráfego. No Brasil, existem plataformas como a Hotmart, que disponibilizam diversos produtos e serviços que você pode comercializar como um afiliado.

5. Venda seus conhecimentos na internet

Você pode ganhar dinheiro como nômade digital vendendo seus conhecimentos nas mais diversas áreas, como marketing digital, desenvolvimento web, direito, medicina e muito mais. Tudo o que você precisa é de um notebook com acesso à internet.

Você pode atuar de forma estratégica, identificando como seu conhecimento resolve um determinado problema. Assim, pode promover produtos como e-books e cursos, a fim de comercializar seus conhecimentos.

6. Seja um gestor de mídias sociais

O trabalho de gestor de mídias sociais requer bastante tempo online e pode ser feito de qualquer lugar do mundo, desde que você tenha um notebook e acesso à internet. Caso você já tenha muita familiaridade com as redes sociais, você pode começar a oferecer serviços nessa área para os seus clientes.

Você precisará, por exemplo, desenvolver uma estratégia para criar, organizar e gerenciar todo conteúdo publicado em canais de mídias sociais, além de desenvolver estratégias de marketing.

7. Atue como um assistente virtual

Assistentes virtuais têm muitas demandas e os trabalhos podem ser feitos de praticamente qualquer lugar do mundo, tendo algumas limitações, como a questão do fuso horário, que pode afetar seu desempenho. Um assistente virtual executa atividades em várias áreas, mas a base do seu trabalho é administrativa.

Entre as habilidades de um profissional desse setor, podemos destacar relatórios de despesas, marcação de reuniões, pesquisas gerais e outras tarefas administrativas.

E aí, o que achou dessas maneiras de ganhar dinheiro como nômade digital? Essas são apenas das profissões que você pode atuar a distância, mas existem muitas outras. Espero que esse texto possa lhe inspirar para encontrar uma atividade que gera uma renda extra ou até se estabeleça como sua atividade principal.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para ficar por dentro de 5 questões essenciais do trabalho remoto.

fazer uma proposta comercial

Freelancer: como fazer uma proposta comercial assertiva?

coworkingNetworking

Muitos profissionais têm dificuldade em precificar seu trabalho, fazer uma proposta comercial. Seja por falta de conhecimento sobre o mercado. Por não saber elaborar uma proposta. Ou mesmo por ter muita habilidade técnica sobre a área que domina, mas falta noção de administração do negócio.

Contudo, não dá para manter uma cartela de clientes sem ter noção do valor do seu dia/hora. Ao buscar novos clientes, ou mesmo manter os antigos, é preciso ser assertivo na combinação das habilidades requeridas, experiência/reputação e preço. Só assim você conseguirá, de fato, fazer uma proposta comercial viável.

O que não pode faltar ao fazer uma proposta comercial?

O cliente que procura freelancers precisa ter segurança na qualidade do seu serviço. Mas, mais que isto, seu preço precisa condizer com suas entregas. Portanto, para fazer uma proposta comercial assertiva, o primeiro passo para começar com o pé direito é definir claramente seu perfil. Deixe claras suas habilidades. E, claro, prospectando projetos que tenham relação com suas expertises.

Outro aspecto essencial a ser considerado é o valor do seu trabalho. Como mencionamos acima, é indispensável pesquisar os valores que estão sendo praticados no mercado. Esta pesquisa servirá como base para você fechar seus valores. Mas, lembre-se: cobrar muito abaixo do valor de mercado, apenas para fechar clientes, além de te desvalorizar, pode sair caro para você no fim do mês.

Por outro lado, supervalorizar seu serviço, colocando preços impraticáveis, pode te tirar do mercado antes mesmo de você se estabelecer.

fazer uma proposta comercial

Como se apresentar ao mercado?

Fazer uma proposta comercial é essencial. E apresentá-la ao mercado tem o mesmo peso. Se você elabora um material com excelência, chega à preços justos e tem certeza da qualidade das suas entregas, apresentar isso ao cliente é imprescindível.

Muitas coisas que estão na proposta escrita, se concretizam após uma conversa pessoalmente. Muitas vezes essa conversa pode ser via videoconferência ou telefone. Mas o fato é que quando você passa segurança, confiança e credibilidade no seu serviço, a proposta vem apenas para formalizar a negociação.

Se você entendeu o valor de uma proposta bem estruturada, a importância da sua segurança ao apresentar sua proposta, agora é hora de se estruturar fisicamente também. É hora de entender o diferencial em ter um escritório para receber seus clientes.

Sou freelancer, não tenho escritório. E agora?

Você é freelancer, autônomo ou microempreendedor e vive de cafeteria em cafeteria para se reunir com seus clientes? Achamos que já passou da hora de se organizar e garantir um espaço adequado para desenvolver seus projetos.

O home office é sempre uma boa opção, mas não dá para ser a única. Trabalhar um dia, uma semana ou uma temporada em casa tem muitos benefícios. Mas fazer de sua casa seu local definitivo de trabalho pode trazer problemas. Seja por dificuldade em distinguir os horários para executar as demandas pessoais e profissionais. Seja por falta de espaço para receber clientes, seja por necessidade de um lugar para se conectar com o trabalho, o fato é que seu lar nunca será visto exclusivamente como estação de trabalho.

fazer uma proposta comercial

Bom, se você se identificou com estas afirmativas, mas continua sem condições financeiras ou mesmo de tempo para buscar um escritório fixo, os coworkings são ótimas pedidas. Um lugar com infraestrutura para te receber e com custos compartilhados é o que você precisa para se estabilizar e agregar valor ao seus serviços.

Os escritórios compartilhados já são prática comum em muitos países fora do Brasil. E por aqui eles já se espalharam pelos estados. Diversos quesitos distingue uns dos outros, mas sempre com o mesmo objetivo: oferecer o espaço ideal para a prestação dos mais diversos serviços. Mas sempre com foco na economia compartilhada.

Já pensou em ser um coworker? Busque um coworking perto de você, hoje mesmo!

Até!