7 dicas para ser um colega de trabalho mais atencioso em um coworking

CarreiracoworkingCoworking ProfissõesSem categoria

A liberdade que existe no coworking dá o poder para os profissionais trabalharem da forma com a qual se sentem mais à vontade. No entanto, como dizem por aí, grandes poderes exigem grandes responsabilidades, certo?

Nesse sentido, espera-se que os usuários desses espaços de trabalhem de acordo com as regras e diretrizes do ambiente, independentemente se a pessoa faça uma visita rápida ou seja um membro permanente.

Se você quer se tornar um profissional mais atencioso com os colegas nos cowokings, aqui vão 7 dicas que podem ser essenciais. Acompanhe!

1. Deixe as coisas como as encontrou

Nunca se esqueça de que, ao ocupar áreas ou usar serviços comuns, tudo será utilizado por outras pessoas. Assim, certifique-se sempre de deixar tudo na mais perfeita ordem para que o próximo usuário tenha o mesmo conforto ou vivencie uma boa experiência.

Ainda que seja algo muito simples, como pegar um lápis emprestado na sala de leitura, devolva-o e coloque-o no mesmo lugar que o encontrou. Afinal, imagine se ninguém devolvesse os lápis que pega emprestado? Não sobraria nenhum e isso não é algo interessante.

2. Seja responsável por aquilo que utiliza

Geralmente, os coworkings têm regras para que todos tomem conta das coisas. Se você gosta de café e suja uma xícara, é sua obrigação lavar a louça. Na dúvida, se possível, procure deixar o espaço ou o item em melhor estado do que foi encontrado.

Essas atitudes simples fazem uma grande diferença em relação ao fato de o profissional ser alguém mais atencioso, o que garante que todos do espaço tenham a melhor experiência possível.

3. Esteja atento às pessoas

Uma das grandes vantagens de se trabalhar em um espaço de trabalho compartilhado é que muitas vezes você está inserido em um ambiente com pessoas e empresas diferenciadas. Isso significa que você tem a oportunidade de aprender coisas novas e desenvolver novas habilidades e competências o tempo inteiro.

Dessa forma, vai expandir a possibilidade de contatos e oportunidades. Em um coworking, todo mundo tem uma voz e isso é incrível para você se tornar uma pessoa e um profissional de mais destaque.

4. Aproveite a liberdade de trabalhar

Ter liberdade no trabalho quer dizer que você pode aproveitar onde, quando e como quiser desenvolver as atividades. É certo que alguns coworkings contam com empresas e membros fixos, mas ao mesmo tempo é cada vez mais comum encontrar profissionais que atuam em vários espaços de trabalho.

Se você faz parte do segundo grupo, aproveite essa oportunidade de viver experiências de trabalho em vários locais. Caso seja do primeiro grupo, pode aproveitar para trabalhar em espaços diferentes, como em outra sala ou até mesmo no ambiente compartilhado.

5. Faça planos com antecedência

Se você tem a intenção de fazer uma reunião em um coworking, por exemplo, se antecipe para reservar o espaço o quanto antes, de forma que os gestores do espaço estejam cientes da sua demanda. Com isso, você pode evitar uma série de dores de cabeça, inclusive o fato de não encontrar uma sala disponível para reunião.

6. Comunique-se de maneira eficiente

Lembre-se de não ser aquela pessoa sempre silenciosa e introvertida no ambiente de trabalho. Especialmente nos coworkings, você tem muito a ganhar ao estabelecer relacionamentos com os profissionais que estão próximos.

Então, busque se comunicar, principalmente com aquelas pessoas com as quais você tem mais afinidade. Isso será ótimo para você ter mais ideias, ser mais produtivo, criativo e conquistar novas oportunidades de negócios.

7. Divirta-se

Por fim, a dica é para você se divertir. Os coworkings são espaços para trabalhar, mas eles também são ambientes de diversão. Isso acontece em eventos, palestras, happy hours e muito mais. Ou seja, a diversão também faz parte de um coworking e você não só pode como deve viver um ambiente de trabalho mais lúdico e descontraído.

Todo mundo aprecia um colega de trabalho mais atencioso. Se você já é essa pessoa, está de parabéns. No entanto, se precisa aprimorar esse lado, espero que essas dicas possam ajudá-lo. O cenário ideal é que você seja a pessoa com qual tem prazer de passar ao lado em um dia de trabalho.

Se você gostou deste conteúdo, também aproveite para conferir 7 dicas para socializar com seus colegas de coworking.

ferramentas para nômades digitais

7 ferramentas para nômades digitais, freelancers e autônomos que você não pode ignorar em 2019

Nômade Digital

Se você trabalha de forma remota, precisa cada vez mais de ferramentas para nômades digitais. Afinal, independentemente de onde está, é preciso atender clientes e interagir com o time, de forma que todas as atividades estejam muito bem alinhadas. 

A grande maioria das plataformas do mercado conta com planos básicos gratuitos, mas, dependendo da necessidade, é preciso fazer um upgrade para uma versão paga. Independentemente disso, elas são indispensáveis para tornar as atividades ágeis e eficientes.

Neste texto, vamos mostrar 7 ferramentas para nômades digitais, freelancers e autônomos, que são testadas e aprovadas por milhares e milhares de trabalhadores remotos.  Se você quer ter melhores resultados, confira o conteúdo que preparamos para você!

  1. Lito

Bem, eu acho muito difícil que você conheça o Lito. Ao que tudo indica, o MVP da ferramenta está rodando há pouco tempo e ela conta com um grande potencial. 

O Lito é um escritório virtual e é indispensável para a gestão do tempo e o dia a dia de uma equipe remota. A ferramenta simula as salas físicas dos escritórios tradicionais, que são chamadas de canais. Assim, é possível estabelecer conversas particulares ou ter reuniões com todos os membros do time.

Como não poderia deixar de ser, a utilização da ferramenta é muito simples e intuitiva. Basta apenas um clique para começar uma conversa com o colega ou compartilhar uma tela na área de trabalho.

Para utilizar o Lito, não é preciso fazer download e ele funciona em navegadores como Firefox e Chrome. Os founders Sammy (comerciante e designer), Simon (desenvolvedor frontend) e Dominik (desenvolvedor backend) encontraram na ferramenta uma maneira de lutar contra a solidão e a comunicação ineficiente com equipes remotas.

Confira o Lito

  1. Zoom

Zoom é mais uma das ferramentas para nômades digitais providencial para a realização de um bom trabalho. Por meio da plataforma, o usuário tem acesso a serviços de conferência remota por meio da computação em nuvem. O software combina videoconferência, reuniões on-line, bate-papo e colaboração móvel.

Bem fácil de usar e sempre utilizada no dia a dia dos trabalhos remotos, traz uma experiência que costuma ser muito agradável e consistente. Isso significa que é possível fazer reuniões remotas por vídeo sem nenhum tipo de atrito para os usuários.

O projeto da ferramenta foi pensado para gerar confiança e suas versões pagas costumam ser amigáveis para o bolso. Para utilizar o Zoom, é preciso fazer o download do aplicativo, que é compatível para Mac, Windows ou para os dispositivos móveis.

Acesse o Zoom

  1. Trello

Trello é um aplicativo para gerenciar projetos, em que é possível ter quadros, membros, times e tudo o mais que a sua criatividade imaginar. A ferramenta é tão eficiente que acaba se tornando indispensável para uma rotina organizada de um trabalho remoto.

Basicamente, o Trello com com três principais elementos:

  1. Quadro: é uma página inteira, como se fosse um quadro branco ou mural;
  2. Listas: são as categorias gerais dentro do quadro. Por exemplo, se você tem um quadro da área de marketing, algumas categorias gerais poderiam ser: redes sociais, e-mail marketing, blog e sites ;
  3. Cartões: são os pequenos detalhes, que ficam dentro das listas dos seus quadros. Eles podem ser movidos e isso deixa o Trello super dinâmico.

No Guia de Introdução ao Trello, você conhece todos os fundamentos da ferramenta, mas o processo é bem tranquilo e simples. Vale dizer que, além da gestão de projetos, o aplicativo pode ser utilizado para casamentos, férias, receitas, calendário editorial e muito mais.  

Comece a usar Trello

  1. Sneek

Sneek é mais uma das ferramentas para nômades digitais e talvez seja a mais parecida com o Zoom. É possível realizar reuniões individuais ou com o time inteiro em uma única tela, como se as pessoas estivessem em um mesmo espaço.

A ferramenta conta com integração com outras plataformas, como o Slack, e os primeiros 30 dias são gratuitos. Depois desse período, o usuário é automaticamente transferido para o plano gratuito. Além disso, também há a opção de contar com a versão premium do Sneek.

Ele pode ser utilizado em navegadores como o Chrome, mas a recomendação é que a pessoa baixe o aplicativo para computador, que está disponível para Mac e Windows.

Teste o Seek agora

  1. Slack

Slack é uma ferramenta muito conhecida no universo corporativo e unifica a comunicação de equipes, fazendo com que o fluxo de trabalho e as atividades se tornem muito mais ágeis e eficientes.

A ferramenta tem integração com diversas plataformas e isso faz com que os usuários encontrem arquivos, mensagens, colegas e outras coisas com muita facilidade, em um único espaço.

Como não poderia deixar de ser, é excelente para times remotos. Como as discussões são separadas por canais, então há lugares específicos para projetos, equipes ou departamentos.

Milhares de empresas usam o Slack e é possível começar a utilizar a ferramenta de forma gratuita. Além de poder usar no computador, é possível baixar o aplicativo para ser utilizado em dispositivos móveis.

Acesse o Slack  

  1. Donut

Donut é uma empresa que acredita que as pessoas devem ser engajadas e felizes no trabalho e, assim, elas ajudam marcas a tornar isso realidade.

Totalmente integrada ao Slack, trata-se de um bot que conta com duas frentes:

  • Onboarding: facilita o engajamento e a retenção dos contratados, simplificando a integração das pessoas, de forma estruturada e escalável;
  • Emparelhamento: ele integra membros de um time que não se conhecem bem de forma regular, a fim que eles estabeleçam proximidade e confiança. Isso é essencial para fortalecer as conexões.

A ferramenta pode ser testadas de forma gratuita por 14 dias e, depois desse período, é preciso pagar um valor.

Conheça o Donut

  1. Google Drive

Mais conhecido da lista, o Google Drive é mais uma entre as ótimas ferramentas para nômades digitais. Por meio da plataforma, é possível criar documentos, apresentações e planilhas por conta própria, que poderão ser compartilhadas ou criadas em tempo real com outras pessoas.

Todas as alterações são salvas de forma automática e isso quer dizer que não há um botão “salvar”. Como trata-se de uma plataforma aberta, o Google trabalha com diversos desenvolvedores terceirizados para o usuário fazer sempre mais, como criar modelos de sites ou editar vídeos diretamente do Google Drive.

O que achou dessas ferramentas para nômades digitais, freelancers e autônomos que você não pode ignorar em 2019? Graças a esses recursos, é possível ter times totalmente integrados, ainda que eles estejam distantes fisicamente.

Você utiliza alguma dessas plataformas? Se sim, em quais lugares? Além disso, aonde costuma trabalhar? Se você quer viver uma experiência gratuita em algum coworking perto de você, clique aqui e saiba mais. 


Este é um escrito por Renato Ribeiro: nômade digital e especialista em conteúdo de diferenciação. Ele ajuda marcas e pessoas a terem visibilidade e autoridade online.