O que a geração Z busca nos escritórios?

Sem categoria

A geração Z já está no mercado de trabalho e é importante que os gestores de coworkings criem espaços para receber esse público. Saiba mais!

Segundo as definições sociológicas, fazem parte da geração Z os jovens que nasceram a partir do ano de 1995. Essas pessoas têm características bem próprias e que devem ser conhecidas pelas empresas.

Como boa parte dos jovens pertencentes à geração Z já está concluindo a faculdade e entrando no mercado de trabalho, convém que os gestores de coworking entendam as necessidades desse grupo de profissionais.

A ideia é que sejam realizadas adaptações no design dos escritórios, para que sejam mais atrativos para esse público. Para saber mais, continue lendo! 

Afinal, o que a geração Z busca nos escritórios?

Os jovens da geração Z nasceram e cresceram em um universo em que as tecnologias digitais já eram uma realidade em nossas vidas. Eles são o que alguns autores chamam de nativos digitais.

Boa parte desses jovens não sabe o que é ter uma rotina analógica, sem o uso constante da internet em computadores e dispositivos móveis, por exemplo. Isso trouxe um grande impacto sobre a forma como essas pessoas agem e pensam.

De maneira geral, para a geração Z, é importante ter mais liberdade nas rotinas, preservar o meio ambiente, valorizar as diferenças e promover a economia colaborativa.

Considerar esses pontos é importante para quando se está planejando o design e a estrutura de um coworking. Por isso, gestores desse tipo de estabelecimento devem buscar mais informações sobre o tema.

5 dicas para adaptar o seu coworking para a geração Z

Se você está pensando em adaptar o seu coworking para a geração Z, é interessante ficar atento a alguns detalhes. Veja, a seguir, algumas dicas importantes para adequar o seu espaço!

1. Faça com que os seus espaços respeitem a diversidade

A sociedade avançou muito nos últimos anos, de modo que a diversidade, embora ainda necessite de mais respeito, ganhou espaço no meio empresarial.

As empresas modernas não fazem distinção por gênero, raça, crenças religiosas e orientações sexuais de seus colaboradores, por exemplo. Quem não respeita a diversidade, perde a preferência dos consumidores e colaboradores!

Essa realidade tem feito com que escritórios “padrão” deixem de ser a única alternativa para as organizações. A geração Z curte muito os layouts diferenciados e que representam toda a diversidade cultural que nos envolve.

Salas mais coloridas e alegres, fugindo das paredes brancas e tons pastéis, por exemplo, agradam muito a nova geração de profissionais. O mesmo vale para o mobiliário, que pode ser bem mais criativo.

Considere todos esses pontos ao reformar ou redecorar os espaços do seu coworking. Existem empresas de arquitetura que são especialistas em escritórios criativos. Contratá-las pode ser uma ideia das mais interessantes.

2. Crie espaços verdes

Outra característica da geração Z é o fato dessas pessoas serem muito conscientes no que se refere à preservação do meio ambiente. Afinal, desde cedo esses jovens foram estimulados nas escolas e outros ambientes sobre a importância de preservar os recursos naturais para garantir o futuro do planeta.

Os espaços verdes, portanto, são cada vez mais valorizados pelos trabalhadores e o seu coworking pode criá-los para atrair mais profissionais.

Você pode dedicar um espaço do seu coworking para construir uma área verde, com plantas e flores para apreciação dos frequentadores. Até mesmo árvores frutíferas podem ser plantadas, caso haja uma área externa apropriada.

Além disso, as plantas também podem ser disponibilizadas nos próprios escritórios, para embelezar e renovar o ar dos ambientes. 

3. Tenha espaços multiuso

Quando a geração Z chegou no mercado de trabalho, a possibilidade de realizar muitas atividades remotamente já existia. Por conta disso, muitos jovens se definem como nômades digitais, não precisando fixar residência fixa em um local para trabalhar.

Com a possibilidade de trabalhar em qualquer lugar, é comum que as casas sejam adaptadas para que os espaços sejam multiuso. Uma sala de estar pode ser o local de trabalho e também uma área de lazer, por exemplo.

Na arquitetura empresarial isso também acontece. Os espaços multiuso são tendência nos coworkings e você pode criá-los para atrair mais frequentadores ao espaço.

Uma área verde externa, por exemplo, pode servir para descansar entre uma atividade e outra. Porém, nada impede que alguém leve o notebook para lá e trabalhe respirando o ar puro e curtindo o sol, por exemplo.

4. Aposte nos espaços recreativos

A geração Z valoriza bastante questões como a saúde mental e o bem-estar físico. Logo, para evitar uma rotina de trabalho muito estressante, os jovens gostam de fazer pausas e realizar atividades recreativas para relaxar a mente.

Ter espaços recreativos, como um salão de jogos, pode ser bem interessante para o seu coworking. Você pode investir em games de mesa e também fliperamas e outras opções de eletrônicos.

5. Promova a individualidade

Algo que é muito observado nos jovens da geração Z é a individualidade. Isso não significa que eles sejam antissociais, mas sim que estão acostumados a viver em espaços e tempos diferentes.

Exemplo disso acontece em plataformas de comunicação assíncrona, em que os receptores e emissores das mensagens não precisam conversar em tempo real.

Para garantir a individualidade dos jovens da geração Z, o seu coworking pode apostar muito em salas privativas. Esses espaços devem ser completos e confortáveis, com cadeiras, mesas, computadores e toda a infraestrutura necessária para realizar um bom trabalho.

A geração Z já chegou ao mercado de trabalho e você, sendo um gestor de coworking, precisa estar de braços abertos para receber os jovens profissionais em seu espaço. Se eles gostarem dos seus escritórios compartilhados, pode ter a certeza de que se tornarão frequentadores assíduos.

Vale lembrar que as pessoas da geração Z também são muito conectadas e usam muito os ambientes virtuais. Por isso, que tal ler agora o nosso conteúdo com 7 dicas para fortalecer sua marca nas redes sociais e atrair mais pessoas para o coworking? Temos a certeza de que este conteúdo será bastante útil. 


Texto de Lucas FloresRelações Públicas e Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Revisado por Gabriele Lisboa, revisora textual freelancer. 

  • Share on:
era do trabalho remoto

Como engajar equipes na era do trabalho remoto? Dê atenção e capriche nos benefícios

Sem categoriaTrabalho remoto

Com o trabalho remoto cada vez mais adotado pelas empresas, o engajamento das equipes continua a ser um desafio. Vamos conferir alguns benefícios para envolver melhor os colaboradores? Vem com a gente!

O trabalho remoto já era comum em algumas organizações, mas, com a pandemia, se tornou cada vez mais popular. No entanto, muitos líderes ainda se desdobram para descobrir como engajar e reunir a equipe, mesmo a distância. Os desafios continuam os mesmos, mas existem muitas formas de melhorar a produtividade no trabalho remoto.

Uma dúvida muito grande dentro do trabalho remoto são os benefícios que podem ser oferecidos aos colaboradores para um maior engajamento e união da equipe.

Neste texto, mostramos que no trabalho remoto dá para ir muito além dos benefícios comuns, como vale alimentação e plano de saúde e odontológico. Vamos conferir alguns desses benefícios na era do trabalho remoto?

1- Auxílio home office

Com cada colaborador em um lugar, muitas empresas optaram por transmitir conforto para seus funcionários. Enquanto umas cederam cadeiras, notebooks e outras tecnologias, outras auxiliaram com caixas de som, mouse pad e muito mais. Afinal, uma produção de qualidade precisa de equipamentos.

O Kit Anywhere Office, do BeerOrCoffee, a maior plataforma de espaços de coworking do país, funciona desse jeito. Com opções de mochilas, fones de ouvido e muito mais, a empresa pode auxiliar seu colaborador onde ele estiver. A ideia é dar liberdade de onde trabalhar, mas com ferramentas adequadas para um bom trabalho.

2- Vale delivery alimentação

era do trabalho remoto

O vale-refeição ou alimentação está de cara nova em várias empresas. Como a pessoa que trabalha em casa não tem mais tempo para cozinhar e comer marmita em casa fica um pouco estranho, por assim dizer, várias empresas fazem parcerias com delivery de comidas.

O ifood, por exemplo, mesmo tem uma modalidade Office, que entrega para o colaborador refeições quentinhas e deliciosas onde ele estiver. Pensando isso, o BeerOrCoffee passou a oferecer o Snack Time, em que funcionário pode comer um lanchinho na parte da tarde em algum coworking, enquanto trabalha, fazendo o pedido pelo iFood Corporativo.

3 – Auxílio creche

Trabalhar em casa e cuidar das crianças é algo sem sentido, certo? Ou você faz uma coisa ou faz outra, ou seja, as duas juntas nem sempre dão certo. Com as aulas remotas, muitos pais se viram na situação de dar conta de serviços domésticos e empresariais ao mesmo tempo.

Com o auxílio creche, você consegue um lugar confiável e seguro para deixar as suas crianças. Ah, mas aí eu volto para casa? Você pode, por exemplo, trabalhar em algum coworking perto da creche dos filhos. Assim, consegue cumprir o compromisso com as crianças e a jornada no trabalho, sem atrasos.

4- Parcerias com coworkings

Trabalhar sempre em casa, olhando para o mesmo local, acaba caindo na rotina e deteriorando a qualidade do trabalho criativo. Por isso, o home office cedeu lugar ao anywhere office.

O trabalho remoto não precisa ser sempre no mesmo lugar. Você pode variar pela cidade e cada dia trabalhar em um bairro diferente. Por isso, muitas organizações preferem fazer parcerias com coworkings, para seus colaboradores trabalharem onde preferirem, sem estresse e sem cair na rotina. Com o OfficePass do BeerOrCoffee, por exemplo, sua empresa pode ter acesso a centenas de coworkings, em 160 cidades.

5- Escritórios pet friendly

era do trabalho remoto

Muitos coworkings são pet friendly. Ou seja, seu fiel companheiro não precisa ficar sozinho em casa enquanto você explora os coworkings por aí. Bom, nem todos aceitam animais, mas os que aceitam são uma boa ideia para você e seu pet mudarem de ares.

Além disso, você pode também conseguir descontos em petshops e hotéis, além da boa e fiel pet sitter. Mas vamos combinar, é muito melhor trabalhar perto do seu filho de quatro patas e saber o que ele está fazendo, certo? E nisso os coworkings ajudam bastante.

6- Anywhere Office

Liberdade geográfica e estabilidade financeira são dois sonhos possíveis, e o anywhere office, ou trabalho de qualquer lugar, veio para provar isso. Imagine experimentar diversos coworkings em diferentes lugares do Brasil.

Um dia na praia, outro na montanha, imagina que legal! Ainda mais se você trabalhar com a criatividade, além de não cair na rotina, você conhece novos locais e tem mais histórias para contar! Alguns coworkings inclusive promovem parcerias com outras redes, para você variar o local de trabalho sempre que desejar.

Conclusão

Como você pôde conferir ao longo do texto, os benefícios na era do trabalho remoto são bastante diversificados e podem surpreender seus colaboradores.

Com eles, a equipe se sente engajada e unida em um mesmo ideal. Afinal, quando você lancha em uma tarde em Belo Horizonte, por exemplo, seu colega de trabalho também lancha no Rio de Janeiro, com os benefícios da mesma empresa.

Os benefícios são ótimos, por exemplo, para ajudar na produtividade dentro do trabalho remoto. Por falar nisso, baixe nosso ebook sobre produtividade no trabalho remoto e fique por dentro de tudo relacionado ao assunto.


Texto de Isabella Lanna, publicitária, jornalista e redatora de conteúdo para a web.