poder do propósito

O poder do propósito: como se posicionar ajuda sua marca a ter sucesso no mercado

Propósito

A Black Friday se tornou o dia de compra mais movimentado em mercados como no Brasil e nos EUA. No entanto, a REI, uma marca americana de roupas e equipamentos para atividades ao ar livre, fez algo muito diferente na data.

Pelo quarto ano seguido, a REI fechou suas portas na Black Friday e deu folga para seus funcionários aproveitarem o dia ao ar livre. A justificativa foi que “existem coisas mais importantes do que comprar / vender tendas — como sair e realmente usá-las”, se posicionou a marca, no Twitter .

Isso pode parecer algo totalmente contra-intuitivo ou até mesmo uma loucura. Imagine fechar a loja justamente no dia de mais vendas do ano? No entanto, a REI enxergou isso como uma ótima estratégia para o seu negócio.

Para o CEO Jerry Stritzke, o relacionamento com os clientes e as marcas estão mudando. Antes, você conquistava as pessoas com ofertas, mas hoje é preciso de “algo a mais”, comentou ele, em uma entrevista à Business Insider. Ao que tudo indica, a estratégia vem dando certo.

Nós nos mantivemos saudáveis ​​em parte porque nos atemos aos nossos valores centrais — como dar aos nossos funcionários tempo para fazer o que amam com as pessoas que amam durante as férias. Isso nos permitiu adicionar milhões de novos membros e, o mais importante, conectar milhões de pessoas ao ar livre”, disse Stritzke.

Segundo dados da Edelman, 64% dos clientes no mundo inteiro escolherão, mudarão, evitarão ou boicotarão um negócio por conta de questões políticas ou sociais. Mas tomar uma posição não é algo tão simples.

Para Mike Dupree, Gerente Sênior de Mídia e Entretenimento do Twitter, é preciso praticar antes de comunicar.

Praticar antes de comunicar

A campanha da REI de ficar de fora da Black Friday tem sido bem sucedida desde 2015 não apenas porque é uma estratégia de marketing — até mesmo o CEO da empresa aproveita a Black Friday para curtir o dia ao ar livre.

Para Dupree, a autenticidade é essencial para o sucesso da REI e de qualquer outra marca orientada pelo poder do propósito. Mas é preciso que a campanha esteja enraizada em todas as facetas da organização: do marketing ao atendimento, passando pelas comunicações e políticas.

É exatamente o que a REI fez. Como apreciar o ar livre faz parte da sua essência, ao longo dos anos a empresa incentiva funcionários, clientes e parceiros a aproveitarem isso.

Como encontrar um propósito para a sua marca

Em primeiro lugar, vale refletir se a sua marca está fazendo ou apenas dizendo. No caso do BeerOrCoffee, por exemplo, a marca propõe uma nova forma de trabalho, por meio da liberdade de escolha em relação aonde trabalhar. Na prática, a equipe é remota e está concentrada em 4 países (Brasil, Peru, Portugal e Hungria) e em 8 cidades (BH, SP, Brasília, Florianópolis, Lima, Budapeste, Lisboa e Lima).

Ou seja, é uma marca que é consistente com aquilo que prega. Mesmo que as pessoas estejam em uma determinada cidade ou país, elas podem trabalhar em casa ou em um coworking ou café. Como disse Dupree, “se você quer construir uma conexão duradoura com seus clientes, precisa ter consistência ao longo do tempo. Tanto no que você está fazendo quanto no que você está dizendo”.

Um outro indício que evidencia que a marca está trabalhando com o poder do propósito é o fato de uma campanha ou estratégia se mantar daqui a 5 ou mais anos. A própria REI, por mais que perdesse vendas no maior dia de compras do ano, sabia que o impacto no longo prazo seria positivo e construiria lealdade dos consumidores ao longo dos anos.

começar o próprio negócio

Não existe isso de ser pequeno para exercer o poder do propósito

A REI é uma grande marca, mas isso não quer dizer que uma empresa pequena não possa causar impacto no marketing orientado por propósito. Independentemente do tamanho da sua marca, ter um marketing com foco em um propósito é uma excelente maneira de se diferenciar e construir uma ótima relação com os consumidores.

“Nós vemos que 75 por cento dos consumidores esperam que as marcas contribuam para o seu bem-estar e qualidade de vida — se você não estiver fazendo isso, ficará para trás. E isso é aplicável a empresas de qualquer tamanho ”, comentou Dupree.

O que achou dessas ideias que evidenciam o poder do propósito? No caso do seu negócio, as ações estão alinhadas com um propósito claro ou é preciso avançar nessa área? Deixe um comentário logo abaixo, vamos adorar saber a sua opinião.