colega de trabalho mala

7 dicas para não ser um colega de trabalho inconveniente no coworking

coworkingNetworking

Ninguém é perfeito. Todos temos manias e algumas características que irritam outras pessoas. Mas, em uma ambiente colaborativo, é legal nos colocarmos no lugar do outro e tentarmos evitar ser chatos. Um colega de trabalho inconveniente pode estar em qualquer lugar, seja no escritório convencional, nas confraternizações da empresa ou até nos coworkings.

Os escritórios compartilhados possuem inúmeras vantagens. Eu poderia fazer uma longa lista por aqui, mas isso é assunto para outro post (ou, se você estiver curioso, pode encontrá-las aqui também). Porém, sabemos que nem tudo são flores. Afinal, conviver com pessoas sempre vai trazer algumas dificuldades.

Abaixo, listamos 7 dicas para que a convivência nos coworkings fique cada dia mais prazerosa. Confira!

1. Use e abuse das cabines telefônicas

Vai fazer uma reunião por vídeo, ligação telefônica ou conversar com colegas por um aplicativo de ligações online? Aproveite que a grande maioria dos coworkings possui espaços específicos para isso. As cabines telefônicas foram projetadas exatamente para que você possa fazer as suas ligações com a privacidade e o silêncio necessários.

Post relacionado — Futuro do trabalho: veja porque o modelo tradicional está ultrapassado.

Além disso, elas ajudam a manter o ambiente compartilhado mais silencioso e organizado. Afinal, não tem nada pior do que precisar se concentrar e ficar ouvindo à conversa alheia.

Principalmente porque, quando conversamos por vídeo ou telefone, a tendência é que nosso volume de voz aumente, a fim de que as pessoas da ligação nos escutem. Mas também não vale abusar demais! Dê espaço para que outras pessoas também possam usá-las depois de você.

colega de trabalho mala

2. Respeite o espaço do outro

As mesas compartilhadas são ótimas para conhecer novas pessoas, fazer networking ou até encontrar um novo amigo. Contudo, é importante lembrar que elas estão ali para serem divididas por vários profissionais.

Tanto o espaço da mesa quanto a divisão de tomadas e pontos de internet devem ser respeitados por todos os coworkers. Para não ser um colega de trabalho mala, evite ocupar todas as tomadas e ultrapassar a “fronteira” entre a sua mesa e as dos coworkers próximos de você. Assim vocês podem ficar sempre na paz.

3. Saiba para que serve cada ambiente

Em nossas casas cada cômodo serve para um propósito, não é mesmo? E nos ambientes de escritórios compartilhados também é assim. As salas privativassão para as empresas e equipes que as contrataram previamente, a fim de terem mais privacidade no seu dia a dia.

As salas de reunião são alugadas por profissionais e equipes por um período determinado de tempo (por hora ou por dia, por exemplo). As mesas compartilhadas abrigam freelancers, empreendedores, funcionários remotos ou qualquer outro perfil de profissional que queira trabalhar em comunidade.

colega de trabalho mala

Há, ainda, os lounges de descanso (estes eu nem preciso falar para que servem, não é?) e as salas de estar, com sofás e almofadas para dar aquela pausa no trabalho. Com o objetivo de proporcionar um local para as refeições, existem as cozinhas compartilhadas e/ou mesas em cafeterias dentro dos coworkings.

Com essa variedade de opções, por que você deveria levar seu almoço para uma mesa de trabalho ou fazer uma reunião no espaço de descanso? Respeitando o propósito de cada ambiente você jamais será um colega de trabalho mala.

4. Não deixe a sua bagunça para o outro limpar

No banheiro, nas mesas ou na cozinha. Não seja aquela pessoa que faz a maior sujeira ou bagunça e depois deixa para os outros limparem. As equipes de limpeza dos coworkings estão ali para te auxiliar e tornarem a experiência a melhor possível.

Mas não custa nada colaborar, não é mesmo? Afinal, colaboração é o principal conceito por trás dessa forma de trabalho. Mantenha seu ambiente de trabalho limpo e organizado, isso beneficiará a você e àqueles à sua volta.

5. Respeite as regras de cada local

Quando você escolher o seu escritório flexível, lembre-se de dar uma lida nas regras do local. Em alguns coworkings é possível levar seu animal de estimação. Em outros, são disponibilizados espaços kids para que mães e pais possam levar seus filhos para o trabalho.

Já certos espaços funcionam 24h por dia, 7 dias na semana. Enquanto outros abrem somente em dias úteis durante o horário comercial. Saber como funciona cada espaço é essencial para que a sua experiência seja a melhor possível e você não se torne um colega de trabalho mala. Afinal, como diz o ditado, “o combinado não sai caro”.

colega de trabalho mala

6. Dê uma segurada nas manias irritantes

Eu sei, o que é irritante para mim pode não ser para você e vice-versa. Mas estou falando daquelas manias que quase todo mundo odeia. Aquelas, de ficar “batucando” na mesa ou batendo o pé no ritmo da música que você está ouvindo. Ou então de falar muito alto e perturbar quem está em volta.

Ficar cutucando o colega e o interrompendo em momentos de concentração também não é nada legal. Antes de fazer alguma coisa pense sempre “eu gostaria que fizessem isso comigo?” E esse conselho serve para tudo na vida, ok? Assim você não só não será um colega de trabalho mala como também se tornará uma pessoa cada vez melhor.

7. Seja sociável e educado com os coworkers

Esta dica entra em uma categoria mais “opcional”. Devemos sempre ser gentis e educados com as pessoas. Mas ninguém é obrigado a querer socializar e conversar com aqueles ao seu redor. Contudo, uma das principais vantagens de se trabalhar em escritórios compartilhados é o networking.

Há a possibilidade de criar novos contatos profissionais, abrir portas para novos empreendimentos, encontrar parceiros comerciais ou até fazer amigos e encontrar o amor da sua vida (por que, não?). Você não vai querer perder isso, não é mesmo? Então, se abra para conhecer novas pessoas, já que quem está em um coworking muito provavelmente também quer isto.

Parabéns, você não é um colega de trabalho inconveniente!

Se você chegou até aqui, parabéns! É bem provável que você não seja um colega de trabalho inconveniente nos coworkings. Conviver com pessoas agradáveis como você é realmente estimulante e tenho certeza de que seus coworkers concordam comigo.

Então, já que você sabe muito bem como se comportar em um escritório compartilhado, que tal experimentar uma semana grátis em qualquer espaço da rede BeerOrCoffee?

Chame também seus amigos para trabalharem com você durante a Coworking Week, que acontece de 12 a 16 de agosto. Para participar basta se cadastrar no site e reservar sua cadeira em qualquer dia entre os dias 12 e 16 de agosto. Não perca!

coworking week

Mariana Mendes é jornalista do BeerOrCoffee e apaixonada por escrever sobre marketing e futuro do trabalho.

vida profissional

6 principais tendências para a vida profissional em 2019

coworkingNetworkingSem categoria

“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e a vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente”.

O poema “Cortar o tempo”, de Roberto Pompeu de Toledo, nos faz refletir sobre a importância de termos ciclos com início, meio e fim em nossa vida. Ele demonstra a relevância de nos renovarmos, reciclarmos as nossas ideias e assim não chegarmos ao limite da exaustão. Isso vale tanto para a vida profissional, quanto para a pessoal.

Dizem que no Brasil o ano só começa depois do carnaval. Então, você ainda tem alguns dias para se preparar para que 2019 seja um sucesso. Neste texto, trouxe 6 tendências que podem ser seguidas na sua vida profissional, em 2019. Acompanhe!

1. Contratação via aplicativos

É cada vez mais comum a contratação de profissionais várias áreas por meio de aplicativos. Quem popularizou essa prática foi o Uber, oferecendo serviços de corridas de carro por valores mais acessíveis e qualidade superior aos de táxi.

Porém, os motoristas já não têm exclusividade em oferecer serviços por app. Atualmente, é possível contratar diaristas, encanadores, eletricistas, marceneiros, profissionais de marketing, advogados, contadores e até mesmo chamar médicos por um aplicativo.

A tendência é que em 2019 essa realidade seja ainda mais presente e que mais pessoas se habituem a prestar e contratar serviços diversos por meio dos apps e plataformas que colocam clientes e profissionais em contato.

2. Ubiquidade na vida profissional

Ubiquidade significa existir concomitantemente em todos os lugares e essa também é uma tendência que deverá ganhar força no ano de 2019. Enquanto no século XX a onipotência humana imperava, no século XXI estamos nos tornando cada vez mais oniscientes e onipresentes.

As ferramentas de atendimento automático, como os chatbots, demonstram como a ubiquidade está cada vez mais presente na vida profissional. Com elas, é possível realizar atividades sem estar necessariamente no mesmo tempo ou lugar das pessoas com que se relaciona.

Qualquer empresa ou trabalhador autônomo pode criar uma conta no WhatsApp Business, por exemplo. Assim, mensagens automáticas podem ser criadas para responder a dúvidas frequentes dos clientes, mesmo que elas sejam enviadas fora do horário comercial. Isso é ser ubíquo.

3. Prática do BYOD nas empresas

BYOD é uma sigla em inglês para “Bring Your Own Device”, que traduzida para o nosso idioma significa “traga o seu próprio dispositivo”. Trata-se de uma metodologia cada vez mais utilizada por organizações de diversos segmentos.

A ideia é que os colaboradores das empresas possam utilizar os seus próprios dispositivos, como smartphones e tablets, e otimizam a vida profissional. Porém, para que isso aconteça de forma adequada, uma série de políticas precisam ser implementadas para que ocorram benefícios para ambas as partes.

Um exemplo prático do BYOD pode ser observado quando um jornalista utiliza o seu próprio smartphone para fazer a gravação em áudio de uma entrevista. Assim, ele não precisa dispor de um equipamento do veículo de comunicação em que trabalha para desenvolver as suas atividades.

É claro que uma grande indústria não pode obrigar um operário a comprar uma máquina que custa milhares de reais, mas se for preciso utilizar o smartphone para alguma operação, não haverá problema. Hoje em dia é praticamente impossível encontrar alguém que não utilize os equipamentos digitais em sua rotina.

4. Conservação do meio-ambiente

Tragédias ambientais, como o recente rompimento de uma barragem em Brumadinho  MG, têm feito com que as pessoas e empresas cada vez mais fiquem atentas para as questões que envolvem a conservação dos recursos naturais.

Dentro desse contexto, será cada vez mais comum que tenhamos que mudar velhos hábitos nas organizações. Além disso, os próprios clientes estão mais conscientes e cobrando posturas sustentáveis das empresas com as quais fazem negócios.

Ações simples do dia a dia, como cada colaborador levar a sua caneca para o trabalho, em vez de usar copos plásticos descartáveis, ajudam para que o meio ambiente seja conservado. Afinal, se cada um fizer a sua parte teremos um resultado muito mais positivo, concorda?

5. Trabalho remoto

O home office ou trabalho remoto é uma tendência que deve se intensificar em 2019. Isso se justifica pela recente reforma trabalhista, implementada em 2017 pelo ex-presidente Michel Temer. A legislação regulamenta esse tipo de trabalho.

Além disso, o trabalho remoto gera economia para as organizações, que não precisam gastar pagando vale-transporte para os funcionários, por exemplo.

As ferramentas tecnológicas, como os softwares em nuvem e as plataformas online, também contribuem para que as atividades da vida profissional feitas em casa sejam tão eficientes quanto o serviço feito na sede da empresa.

6. Uso de coworkings

Os coworkings são escritórios compartilhados em que profissionais de diversas áreas dividem o mesmo espaço para desenvolver as suas atividades de trabalho. Esse modelo está em constante crescimento e deve ser acentuado em 2019.

Nos escritórios compartilhados, os profissionais liberais podem receber clientes para reuniões, organizar eventos, desenvolver treinamentos ou simplesmente utilizarem as estações e demais recursos para efetuarem as suas atividades.

Profissionais que trabalham no esquema home office e que sentem falta de um ambiente em que possam interagir com outras pessoas também podem se beneficiar com os coworkings.

Esses espaços já estão presentes em diversas capitais e grandes centros urbanos brasileiros. Na rede do BeerOrCoffee, por exemplo, já são mais de 500 espaços de trabalho compartilhados.

Essas são algumas das principais tendências para a vida profissional em 2019. Você está preparado para elas? Lembre-se de que é importante estar sempre alinhado com o que está em alta no mercado e assim conquistar uma carreira de sucesso.

Se você se identifica com essas ideias, aproveite para garantir uma diária gratuita em um dos mais de 500 espaços de coworking da rede do BeerOrCoffee. É só clicar aqui!

 


Texto escrito por Lucas Flores, Relações Públicas e mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Desde 2013, trabalha com produção de conteúdo para web e há cerca de um ano trocou o interior do RS pela capital Porto Alegre.