transformação digital

O que é transformação digital e por que ela é importante para os negócios

CarreiraEmpresas

A transformação digital é a integração da tecnologia em todas áreas de um determinado negócio. Dessa forma, mudam os processos e a forma de agregar valor aos clientes. Além disso, sobrepõe a parte técnica, uma vez que é principalmente uma mudança cultural que exige que as empresas desafiem o status quo.

Apesar de muitos acharem o contrário, não é um fenômeno exclusivo para os grandes negócios. Isso significa que empresas de todos os portes podem e devem se atentar à transformação digital. Afinal, o objetivo de qualquer empreendimento é permanecer competitivo à medida que o mundo se torna cada vez mais digital. 

Se ainda não está claro o que é transformação digital, neste artigo você poderá tirar suas dúvidas. Caso esteja sentido que sua empresa segue um caminho diferente da transformação, você não está sozinho. A seguir, explicamos o porquê disso e falamos dos principais pontos dessa revolução. Confira!

O que é transformação digital

Uma vez que a transformação digital é diferente para as organizações, é desafiador definir um conceito que se encaixe no contexto de todos os negócios. No entanto, em linhas gerais, a transformação digital é a integração da tecnologia nas áreas de um determinado negócio, o que muda todos os processos e a forma de agregar valor aos clientes.

Além disso, mais do que técnica, é uma mudança cultural que exige que as empresas desafiem o status quo e não tenham medo do fracasso. Isso quer dizer que os negócios estão sendo desafiados a se asfatarem de atividades de longa data para adotar novas práticas que ainda estao sendo definidas.

Como há várias definições do termo, vamos destacar algumas. De acordo com a Wikipédia, “a transformação digital é a mudança associada à aplicação da tecnologia digital em todos os aspectos da sociedade humana”.

The Agile Elephant, por sua vez, entende que a transformação digital “envolve uma mudança de liderança, pensamento diferente, incentivo à inovação e novos modelos de negócios, incorporando a digitalização de ativos e um uso crescente de tecnologia para melhorar a experiência dos funcionários, clientes, fornecedores, parceiros e partes interessadas da sua organização. ”

Dentro desse contexto, vale a reflexão: por que a transformação digital é importante?

Por que a transformação é importante para o seu negócio

Uma empresa pode adotar a transformação digital em seu dia a dia por conta de vários fatores. No entanto, a principal razão é, para muitos negócios, um problema de sobrevivência.

Nesse sentido, as empresas passam a contar com três opções: liderar a mudança, corresponder ao ritmo das mudanças ou ficar para trás.

Entre as particularidades dessas mudanças, melhorar a experiência do cliente ou do usuário mostra-se um objetivo crucial. Isso é importante pelo fato de que grande parte da jornada do consumidor acontece no meio digital. E, como não poderia deixar de ser, a tendência é que isso cresça mais ao longo dos meses e anos.

Claro que essa informação é mais importante em algumas áreas do que em outras. Porém, é muito difícil imaginar um segmento que esteja imune e essas transformadores. Apesar disso, grande parte das organizações apenas acompanha a transformação, em vez de se estabelecerem na dianteira em relação aos seus concorrentes.

Diante desse impasse, como uma empresa deve se estruturar para se adequar à transformação digital?

Como é uma estrutura de transformação digital?

Como dissemos, a transformação varia de acordo com um determinado segmento ou empresa. No entanto, há alguns temas e constantes comuns entre os estudos de caso que existem no mercado. Entre essas particularidades, podemos destacar:

  • Agilidade operacional;
  • Ativação da força de trabalho;
  • Cultura e Liderança;
  • Experiência do Cliente;
  • Integração de tecnologia digital.

Para começar a transformação digital no seu negocio, talvez um primeiro passo é não ter medo ou imaginar que os concorrentes estão à frente. Isso acontece porque existe muito admiração em torno dos transformadores mais rápidos. Além disso, vale lembrar que as pessoas resistem às mudanças, pois ela é sinônimo de desconforto.

No entanto, no lugar de evitar a transformação digital, por que não se estabelecer como um agente ativo nas mudanças? Ter receio é normal, mas estamos falando de algo inevitável.

A transformação não é escolha, é uma imposição do mercado. A única maneira de se proteger com relação a essas transformações é se engajando para um futuro inspirador.

Por fim, vale dizer que a transformação digital não é um processo com inicio, meio e fim. Pelo contrário, é algo dinâmico, que deverá ser feito e aperfeiçoado continuamente. Assim, você identifica aquilo que dá certo, aprimora as melhorias e elimina aquilo que prejudica os resultados.

Se você gostou deste artigo, também aproveite para entender como ter propósito e posicionamento ajuda sua marca a ter sucesso no mercado.

  • Share on:

Para pequenas, médias e grandes: os coworkings são para todas empresas

coworkingTrabalho remoto

O coworking se tornou onipresente nos últimos anos. Segundo a The 2018 Global Coworking Survey, do Deskmag, estima-se que existam 1,7 milhão de pessoas trabalhando em cerca de 19.000 espaços de coworking em todo o mundo. Ainda segundo a publicação, de todos os espaços abertos, 29% foram inaugurados no último ano.

Leia também: Como um coworking pode melhorar a qualidade de vida de um profissional

Muito mais do que uma tendência, os ambientes de trabalho compartilhados impactam na maneira como as pessoas devem trabalhar. Apesar de você poder pensar que um coworking não é para todas as empresas, existem muitas vantagens nesses espaços que têm total sinergia com estratégias de negócios mais amplas.

Neste texto, vou mostrar que os coworkings são para todas as empresas, independentemente se elas são pequenas, médias ou grandes. Confira!

Vantagens para organizações

Leia também: O poder do propósito: como se posicionar ajuda sua marca a ter sucesso no mercado

As vantagens dos coworkings, entre outras particularidades, podem ser sintetizadas em 5 pontos. São eles:

  1. Colaboração:quando os funcionários tem mais flexibilidade no dia a dia do trabalho, eles podem colaborar de forma mais fácil com outros colaboradores, o que gera vantagens como o compartilhamento de inovação e conhecimento;
  2. Flexibilidade:o coworking pode ajudar a atender a necessidade das organizações por agilidade e liquidez dos espaços — e sem precisar de uma mudança em toda empresa;
  3. Atração e retenção de talentos:cada vez mais, os funcionários valorizam uma rotina flexível. Dentro desse cenário, vale dizer que os coworkings proporcionam um ambiente atraente, com benefícios como a mobilidade e a flexibilidade;
  4. Redução de custos:o coworking possibilita uma oportunidade de utilizar um espaço de maneira mais eficiente, com redução de custos em relação ao escritório tradicional;
  5. Inovação:os espaços de coworking oferecem uma atmosfera positiva para o acesso a novas ideias, o pensamento criativo e as novas tecnologias.

Coworking é para empresas de todos os tamanhos

Diante dessas vantagens que destacamos, vale frisar que o coworking, há muito tempo, deixou de ser um espaço para startups e para profissionais independentes. Na verdade, cada vez mais empresas — pequenas, médias e grandes — estão explorando a opção de inovar, explorar a cultura do empreendedorismo e levar o negócio para o próximo nível.

Além disso, os coworkings também representam um ambiente flexível e uma maneira econômica, que oferece diversos benefícios intangíveis para reforçar a competitividade da empresa. Se você faz parte de uma companhia que tem interesse em coworkings, mas não sabe por onde começar, considere alguns pontos para decidir o modelo de espaço a ser adotado:

  1. Tenha um objetivo claro: a sua empresa quer incentivar uma mudança de cultura, promover inovação ou atrair novos talentos?
  2. Entenda o nível de investimentos: a organização pretende alocar quantos e quais recursos para concretizar a ida para um coworking?
  3. Teste o modelo: principalmente, no caso de empresas muito grandes. É possível ir testando um determinado grupo de profissionais, o que garantirá um maior controle e um impacto cultural mais minimizado.

E então, faz sentido? Como percebemos ao longo do texto, os coworkings são para todas as empresas, independentemente se elas são pequenas, médias ou grandes. Para saber mais sobre soluções para empresas nos coworkings, clique aqui.

  • Share on: