sala-reunião

Escritório compartilhado ou sala privativa?

coworking

Coworkings: um revolucionário modelo de trabalho, onde o profissional tem flexibilidade e fica exposto a um cenário de intensa criatividade e inovação. Com esta definição, sem dúvidas, trata-se de algo que gera curiosidade, inquietação e a sensação de que se restringe um grupo seleto. Pois é aí que você se engana e começa o melhor de tudo. Os coworkings são escritórios democráticos. Seja com ambientes coletivos compartilhados ou sala privativa para quem precisa de concentração máxima.

Vamos falar mais sobre isto, agora!

sala privativa

Momento ideal para aderir ao coworking

Sim, existe um momento ideal para aderir ao universo dos escritórios compartilhados. Esse momento é quando você se sente pronto para expandir seus horizontes. Fazer networking. Expandir as fronteiras. Ou simplesmente começar uma nova experiência. Muitos têm a impressão de que os coworkings são espaços exclusivos para uma nova geração de profissões, principalmente aquelas relacionadas à tecnologia. Mas esta verdade não procede.

Do escritório compartilhado à sala privativa, existe espaço para todos os perfis profissionais. E se acima mencionamos que há um momento para aderir a esta tendência, a verdade é que o momento só depende de você.

Um freelancer, por exemplo, pode usar desses espaços para fazer contatos. Seja com potenciais clientes, parceiros ou fornecedores, por exemplo. Ou simplesmente para quando precisam de um espaço para reuniões, call, etc. Já um profissional que tem uma carreira dentro de uma empresa, porém tem um trabalho como autônomo, pode usar esses espaços como suporte para esta extensão profissional.

Para esses casos e para todos os outros uma coisa é fato, a gestão do tempo é fundamental. Otimizar o tempo que se passa dentro de um coworking é fundamental para extrair o melhor desses ambientes. Conhecer os demais coworkers. Utilizar os ambientes a seu favor e dar margem para a inovação e criatividade alcançar novos patamares.

Por qual caminho seguir: escritório compartilhado ou sala privativa?

Depois de decidir aderir um coworking é hora de analisar a melhor forma de trabalho dentro dele. O espaço compartilhado e a sala privativa são duas das opções para atender as necessidades dos mais variados perfis de profissionais que buscam um espaço para desenvolver suas atividades.

Os escritórios compartilhados contam com longas bancadas que abrigam diversos profissionais, empresas e equipes. Já a sala privativa garante um ambiente reservado, como o próprio nome sugere.

sala privativa

Qual o estilo mais combina com você?

Escritórios compartilhados: inspiração, networking, compartilhamento. Essas três palavras definem bem as experiências em dividir sua estação de trabalho com outros profissionais. Trata-se de uma oportunidade única em aprender com pessoas que estão do seu lado. Ou, ainda, ser inspiração para outro coworker.

Se inspirar é uma verdade neste ambiente, fazer networking é uma consequência. Há uma forte tendência em compartilhar informações, ideias e projetos. Lembrando que os coworkings são um recorte do mercado. Ou seja, tem uma amostra de profissionais dos mais diversos segmentos, o que favorece o crescimento daqueles atentos aos colegas de “bancada”.

Sala privativa: foco, infraestrutura, conexão. Esse tipo de ambiente dentro dos coworkings são ideais para quem trabalha em áreas que exigem concentração. Nesses espaços o foco é mantido. Mas sem perder a qualidade de infraestrutura e, ao mesmo tempo conexão com os demais coworkers.

Enquanto nos ambientes compartilhados a conexão é contínua, a sala privativa limita um pouco, mas não impede a expansão do networking. Até porque existem outros espaços onde os coworkers que optam por salas privativas podem se conectar aos demais colegas, como uma sala de reunião, uma área coletiva, cozinha, etc.

Para os nômades digitais, que a cada temporada está em um lugar diferente, a possibilidade de experimentar essas duas opções é uma oportunidade diferenciada. Aliás, não só os nômades. Com a flexibilidade de contratação dos serviços dos coworkings qualquer interessado em passar por essas duas opções podem fazer e aí sim, identificar aquela com a qual mais se identifica.

E você, já se decidiu qual formato melhor combina com você e suas necessidades?

Até a próxima! 🙂

sala privativa

Benefícios para Consultores em Coworking

coworkingCoworking Profissões

Você que tem domínio de um determinado assunto e já presta consultoria sobre ele. Você sabe da importância de ter um espaço para receber clientes. Ter um espaço seu ou uma estação de trabalho é fundamental. Melhor ainda quando esse local te garante benefícios como um ambiente inspirador, salas equipadas para reuniões presenciais e a distância, eventos, workshops, etc. Ideal também para consultores, concorda?

Já pensou em ir para um coworking?

Do home office ao coworking

consultores

Uma consultoria pode ser prestada de diversos lugares, em alguns casos até mesmo online. Por essa facilidade, muitos consultores trabalham no formato home office. Entretanto, a rotina acaba por misturar vida pessoal e profissional e por vezes algumas coisas simples começam a fazer falta.

Seja na hora de receber um cliente. Seja para uma reunião em que a internet começa a falhar. Ou mesmo naquela pausa estratégica para uma refeição, onde existe a oportunidade de trocar ideias com um colega. Enfim, diversas ações pequenas tornam a rotina no formato home office repetitiva e até mesmo improdutiva.

Em momentos como esse os escritórios compartilhados caem como uma luva para aqueles que buscam um espaço inovador. Que inspire. Motive. E ao mesmo tempo seja acessível. E o melhor. A possibilidade de fazer alguns trabalhos em casa continua sendo completamente viável. Porém com o bônus de que esta passa a ser uma opção, não uma regra.

Sim, é desta forma que muitos coworkers chegam aos escritórios. uscando networking, economia, novos ares para o negócio.

Consultores coworkers: benefícios e produtividade

consultores

Analisar empresas, criar soluções, atingir metas, propor melhorias. A rotina de um consultor é cheia de responsabilidades. Afinal ele precisa concentrar seus esforços em identificar problemas que estão afetando diretamente o rendimento de uma empresa e propor soluções cabíveis e eficazes. Se chegar a este cenário parece difícil, não tendo um espaço que estimule pode dificultar ainda mais.

Contar com um ambiente com potencial para abrir a mente pela sua flexibilidade e conveniência já é um bônus para consultores. Imagina, então, estar em contato com outros profissionais que podem ser fundamentais na hora de desenvolver um novo projeto, ou mesmo ao propor melhorias para um cliente já em análise?

Os espaços colaborativos são mais que um espaço físico para trabalho. Eles trazem consigo o espírito de compartilhar ideias, soluções, problemas construtivos e, principalmente, ideais motivacionais. Portanto, além das vantagens já mencionadas, esses espaços ainda tendem a crescer a produtividade. Tanto pela motivação mútua entre os coworkers. Quanto pelo exemplo em ter do lado uma empresa ou projetos que querem prosperar, e que se ajudam para conquistarem tais objetivos.

Leia mais sobre a importância dos espaços colaborativos

Coworking como estratégia para consultores iniciantes

Você que descobriu recentemente seu potencial para a consultoria pode, e deve, investir na sua carreira. Todas as vantagens já mencionadas em relação aos coworkings também se aplicam ao seu momento. E com o grande diferencial que você estará com a mente aberta para novas conversas, experiências e vivência.

Dentro de um coworking seu networking será valioso. Você terá a oportunidade de fazer seu conhecimento chegar às pessoas estratégicas. Seja na hora de fechar um cliente, buscar uma parceria ou esclarecer dúvidas de mercado. Um escritório compartilhado é a oportunidade de se lançar para o mercado de forma profissional e eficaz.

Os consultores iniciantes podem encontrar nos ambientes compartilhados clientes interessados em desenvolverem seus respectivos negócios. E esta é uma oportunidade perfeita de um coworker trabalhar em conjunto com outro. Aquela janela que abrirá sua mente para novos projetos pode estar bem ao se alcance. E para dar mais um passo basta iniciar uma pesquisa por coworkings que melhor atendam suas necessidades.

Nunca tinha pensado nesta possibilidade? Amadureça a ideia, se coloque à frente do gerenciamento da sua carreira. Se permita investir no que sabe que é bom, no que te desperta prazer e, claro, contando com outros profissionais que, igualmente, estão iniciando uma carreira. Obviamente dentro dos escritórios compartilhados há todo perfil de profissionais. Mas certamente você terá chances de se desenvolver junto deles.

Comece hoje a mudança, invista em seu lado profissional! Um consultor precisa de foco, disciplina e principalmente visão para que possa enxergar novas possibilidades.

Boa sorte e até a próxima!

Bárbara Santos