coworking-networking

Networking em coworking, como fazer?

coworking

Se você acha que só o fato de ir à um coworking, dar bom dia, sentar na sua mesa, trabalhar arduamente, levantar para tomar o seu café (e lavar sua própria xícara), trabalhar mais um pouco, ir almoçar, voltar e dar boa tarde, trabalhar mais, tomar o seu segundo café, trabalhar ainda mais e no final do dia se levantar da sua mesa, dizer “boa noite, pessoal”, dar um tapinha nas costas do colega e ir embora, é se relacionar com as pessoas. Sinto em dizer, mas você está fazendo isso errado! Melhor vir com a gente para entender a melhor maneira de fazer networking!

 

coworking-networking

 

Sabemos que o dia é corrido e há sempre muito trabalho para se fazer, mas algumas atitudes para estimular o networking vão te ajudar a se relacionar melhor com as pessoas.

 

Que tal um convite para o café?

 

Se você é adepto ao bom e velho cafezinho para dar aquele up no dia, que tal convidar um colega para compartilhar esse momento com você? É um ato gentil e que abre portas, acredite! Vocês podem usar esse tempo para trocar alguma informação, compartilhar algum problema que estejam passando ou só jogar conversa fora mesmo! É sempre bom ter companhia para relaxar, nem que dure apenas 5 minutos, um networking super rápido e prático.

 

Só toma cuidado para não ser inconveniente! Nem sempre as pessoas estão livres ou a fim de tomar um café. Respeite o espaço e o momento do outro. Ah! E nem sempre é pessoal, as vezes foi só o dia ou momento errada, não é nada com você, não se intimide.

 

Se por um acaso o café não rolar e você percebeu que a pessoa continua aberta, que tal um convite para uma cerveja no final do dia? Pode ser uma boa alternativa para uma conversa rápida e o primeiro passo para uma boa relação! 😉

 

Troca de serviços

 

Dentro de um coworking existem várias empresas e profissionais que prestam diversos tipos de serviços, não é mesmo? Pode ser que tenha um jornalista que queria um designer para produzir as peças para o seu blog e um designer que precisa escrever em um artigo para o seu trabalho atual. Não é o casamento perfeito? Esses dois profissionais podem fazer uma espécie de escambo de serviços e ambos saem ganhando. Além, claro, de ainda ter a oportunidade de mostrar suas habilidades para os demais colegas.

 

Não estou falando para trabalhar de graça, mas a troca é um bom caminho para tornar o seu trabalho reconhecido. E a permuta só justa é quando todas as partes saem satisfeitas, então analise o que precisa e o que foi solicitado, para ver se é um bom negócio.

 

Esteja aberto

 

O fone de ouvido pode ser uma ótima opção de se concentrar e aumentar sua produtividade em questão de minutos, mas por outro lado com o uso dele vocês poderá estar perdendo uma oportunidade de expandir suas ideias e negócios. É claro que às vezes você precisa desse tempo de isolamento para desvendar problemas difíceis, mas não deixe que isso te atrapalhe na questão de se manter aberto para conversas e trocas de experiências.

 

Se faça presente

 

É isso mesmo! Estar presente nos espaços de convivência no momento certo, no happy hour com a galera ou naquele curso dentro do espaço, são ações valiosas para conseguir se conectar com as pessoas e fazer com que elas lembrem de você, do seu serviço ou da sua empresa.

 

Nesses bate papos informais você não precisa abrir as estratégias da sua empresa ou vender seu produto insistentemente. Aproveite esse momento para compartilhar alguma coisa essencial, falar dos seus projetos, mostrar suas habilidade e assim vai.

 

networking

 

Compartilhe sempre

 

E por fim, compartilhe sempre! Repito que você não precisa dividir os segredos estratégicos da sua empresa, mas você deve compartilhar seu conhecimento e experiências. Elas podem ser úteis para ajudar o momento de algum colega mas também para te promover de alguma forma e dar oportunidade de novos negócios. Tomar a atitude de dividir seus conhecimentos é abrir as portas para que façam o mesmo com você. E vamos combinar que é uma troca bem justa, não é mesmo? Aprender sempre!

 

Lembre que esse é um dos princípios básicos para quem quer entender a dinâmica de um coworking e para você que quer realmente viver essa experiência, nada melhor do que dividir!

 

Tem mais alguma dica de networking nesse espaços? Compartilhe com a gente!

 

Até a próxima! 🙂

 

Bárbara Santos

Equipe Vida de Coworking

Facebook Comments
Previous
Democráticos, os coworkings também são para PME!
Next
6 dicas de produtividade para trabalhar em um coworking

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *