futuro do trabalho

Futuro do trabalho: 10 soft skills que você precisa desenvolver para ter sucesso

CarreiraEmpresas

Quando falamos de habilidades que vão marcar o futuro do trabalho de milhões de profissionais nos próximos anos, não há dúvidas de que falamos de soft skills. Algumas delas podem ser grandes diferenciais entre profissionais contratados e futuros líderes de equipes e empresas.

As soft skills são habilidades relacionadas a interações pessoais e comportamento humano. Podemos citar como exemplos a inteligência emocional e gerenciamento de crises. De acordo com um estudo feito pelo LinkedIn, empresas têm procurado cada vez mais por profissionais que trazem um equilíbrio entre conhecimentos técnicos/teóricos e os pessoais.

Por isso, montamos uma lista com as 10 soft skills mais importantes que você precisa desenvolver para o seu futuro profissional:

1. Gerenciamento de tempo

Cada vez mais profissionais estão abandonando o modelo da jornada de trabalho tradicional das 8h às 18h. Eles estão aprendendo a conhecer seu ritmo pessoal e saber gerenciar o seu tempo. Além disso, entender o ritmo da sua equipe também se tornou uma habilidade essencial para o futuro.

Por isso, saber como gerenciar o tempo de toda a equipe de forma a otimizar os processos internos é muito importante. Isso tudo sem deixar que a satisfação e motivação dos colaboradores seja prejudicada. Portanto, é necessário saber encontrar o equilíbrio entre os dois aspectos.

futuro do trabalho

2. Inteligência emocional

De acordo com um estudo feito pela plataforma Udemy, 23% dos funcionários não cumprem as expectativas do cargo nos primeiros 18 meses por falta de educação emocional. Ou seja, sua habilidade de entender, lidar e expressar suas emoções, bem como das pessoas ao seu redor.

É algo que vai além de saber expressar como se sente no ambiente de trabalho. Ter uma boa inteligência emocional tem uma grande relevância na sua capacidade de trabalhar e interagir com outros. E a interação pessoal é algo que tem se mostrado cada vez mais presente no panorama do futuro do trabalho.

3. Adaptabilidade

Ser um profissional flexível e que consegue se adaptar já é uma habilidade indispensável no mercado. Desde o ano passado, essa soft skill foi listada como uma das mais importantes, considerando o cenário atual.

As empresas estão passando por grandes alterações com a automação de processos e a inserção de inteligência artificial (IA), por exemplo. E, no dia a dia, as novas dinâmicas de trabalho, como o trabalho remoto, também demandam que os profissionais se adaptem cada vez mais.

4. Storytelling

O storytelling é a habilidade de contar uma história. Mas também a de segurar a atenção dos ouvintes e marcá-los com uma narrativa que se transforma em ação.

Independentemente do cargo e setor, saber comunicar uma história será útil desde o brainstorming de projetos até para fazer um pitch para investidores e colegas de trabalho. Um storytelling pode promover um produto, serviço, a empresa, ou a sua própria história pessoal/profissional.

futuro do trabalho

5. Gerenciamento de estresse

O burnout já é uma realidade para diversos profissionais e uma de suas principais raízes é o estresse. Na verdade, um estudo sobre o estresse no ambiente de trabalho, realizado em 2017, mostrou que 53% dos entrevistados se sentiam mais estressados do que no ano anterior.

Ter as ferramentas para lidar com o seu próprio estresse e com ambientes que o estimulam farão com que você possa evitar uma exaustão física e mental. Além disso, lidar com o estresse te ajudará manter um rendimento ainda maior.

6. Produtividade

As novas formas de trabalho que chegaram ao mercado nos últimos anos incentivam os profissionais a aprenderem mais sobre como as rotinas afetam o seu rendimento.

Opções como o trabalho remoto, novos horários de trabalho e os espaços de escritórios compartilhados, influenciam diretamente, de forma positiva, a produtividade.

Contudo, não é só sobre a habilidade de ser produtivo e ter um bom rendimento próprio. Mas, também, entender como aproveitar e estimular a criatividade da sua equipe e/ou colegas de trabalho.

7. Atendimento ao cliente

Qual a chance de você voltar a comprar de uma marca depois de um atendimento ao cliente muito bom? E um muito ruim? Ter uma boa comunicação só dentro da empresa não é mais suficiente. Saber se comunicar com clientes e outras pessoas fora do escritório pode ser a diferença entre trazer ou perder negócios.

De acordo com o NewVoiceMedia, empresas dos EUA perdem cerca de 62 bi dólares por ano devido a um atendimento ruim. Portanto, investir em colaboradores que tenham a habilidade de lidar bem com os clientes é uma estratégia cada vez mais importante. E quem a possui, sairá na frente no futuro do trabalho.

futuro do trabalho

8. Liderança

Encontrar bons líderes sempre foi um desafio para qualquer empresa. Mas com cada vez mais colaboradores trabalhando de forma remota, com fusos diferentes e novos projetos entre departamentos e setores da empresa, ser um líder vai se tornar um desafio a mais.

A liderança no futuro do trabalho será sobre coordenar e inspirar os membros da equipe, delegar tarefas e agregar várias soft skills no seu leque para si e seus colegas.

9. Resolução de crises e conflitos

Desde lidar com conflitos e mal entendidos no dia a dia, até crises e problemas complexos em projetos. Espera-se que os problemas no futuro envolvam cada vez mais tecnologia e dados. E, ao mesmo tempo, emoções e pessoas. Alguém com a habilidade de interpretação, mediação e resolução de conflitos será necessário em toda equipe.

10. Cultura de empresa

Estar alinhado com a cultura de uma empresa, seus valores e posicionamentos, é a 5ª habilidade mais procurada por recrutadores de RH. Essa clareza dos seus valores como profissional e como elas se comunicam com a empresa em que trabalha vai ter um papel muito importante na satisfação, saúde mental e até produtividade dos funcionários.

A criação e cultivo de uma cultura empresarial tem aparecido em diversos estudos como um fator cada vez mais relevante para o sucesso a longo prazo da empresa.

As hard skills, são as habilidades que vem de conhecimentos teóricos e dados. Já as soft skills são aprendidas e desenvolvidas através da prática e observação com outras pessoas.

Tanto profissionais autônomos quanto colaboradores de uma organização podem encontrar várias situações e experiências que ajudam a desenvolver soft skills. Frequentar espaços de coworking e trabalhar remotamente, por exemplo, pode estimular o gerenciamento de tempo, adaptabilidade e produtividade.

Quer saber mais sobre o que esperar do futuro do trabalho e as tendências dos próximos anos? Leia mais nesse post.

Bruna Miranda é criadora e estrategista de conteúdo, tradutora, podcaster, e está sempre atrás de um projeto novo. Trabalha como freelancer desde 2015 e já evitou várias reuniões que poderiam ter sido um e-mail.

Facebook Comments
Previous
7 ideias simples para evitar o burnout no trabalho