coworking-como-me-portar

Como me portar em um coworking?

Sem categoria

Está achando que esse papo de etiqueta corporativa só existe em multinacionais ou empresas conservadoras? Claro que não! É importante que a gente saiba como nos portar em qualquer ambiente, ainda mais nos espaços coletivos. Mas se acha que vamos dar dicas de como combinar a camisa com a meia, pode ser que esteja um pouco enganado. Daqui pra frente será mais provável que você entenda que trabalhar sem fone de ouvido é mais adequado em espaços de coworking do que a maneira que você se veste. Vamos trocar ideias?

 

Se liga no tom de voz

 

Esse é o tópico que eu mais entendo, então vou começar por ele mesmo. Confesso que o meu tom de voz é um pouco alto e eu morro de medo de escutar um “shiu” enquanto eu estou falando, então eu me controlo muito quando estou em espaços como esses. Não é que a gente precise fazer silêncio absoluto, as pessoas sabem que o ambiente também é de troca e estão mais do que acostumadas com ruídos e conversas, só precisamos nos atentar ao volume mesmo.

 

Soluções para pessoas como eu, que às vezes falam alto, ou até mesmo para quando você precisa atender uma chamada via Skype e o microfone não está lá grandes coisas ou então precisa fazer uma reunião rápida com a equipe, são os espaços mais isolados que os coworkings costumam ter. Tem as salas que são locadas por algumas empresas ou empreendedores, que tem uma certa privacidade e permite conversas constantes, mas tem também as estações de trabalho que são reservadas, exatamente para esses momentos que precisamos falar além da conta ou com um tom mais alto.

 

Um lugar nos coworkings que eu sempre uso para trocar ideias e não me preocupo tanto com o volume é no café. Normalmente esses espaços são bem mais descontraídos e permitem que você se solte mais. Alguns espaços não tem o café em área aberta, por exemplo, mas tem salas de descompressão, que servem exatamente para você extravasar, sem que atrapalhe o momento de concentração do seu colega ou de outra empresa.

 

coworking-cozinha-compartilhada-brasil

 

Mas também não se isole

 

Falei dos espaços  íntimos e afastados, mas não faça deles seu local de trabalho, afinal, se você se esconde neles não será visto e não terá a oportunidade de compartilhar algum conhecimento, ter uma inspiração ou até mesmo aprender algo crucial. É importante que esteja sempre atento ao o que está acontecendo ao seu redor, vai que você ache a solução dos seus problemas ou, melhor, seja a solução de uma dificuldade de algum colega?

 

Uma outra maneira bem comum de se isolar, sem perceber, é o uso dos fones de ouvido. É claro que às vezes você precisa se aprofundar em alguma tarefa e tem facilidade de fazer isso curtindo um som, mas não deixe que isso se torne uma regra, assim as pessoas não terão abertura para se aproximarem, e a ideia do coworking é fazer com que as pessoas se relacionem, sempre!

 

Be friendly

 

Nada melhor do que cruzar seus dias com pessoas agradáveis, não é mesmo? Então seja uma delas! Essa dica vale não só para o coworking que você frequenta, mas também para todos os outros locais. Ser amigável te torna mais receptivo e faz com que as pessoas cheguem em você para uma conversa, para troca de experiências, buscar soluções e assim vai. Não perca oportunidade simples por conta do seu semblante.

 

Simpático, mas não vendedor

 

Eu falo o tempo todo em ser encontrado dentro de um coworking, mas é bem importante que esses momentos aconteçam naturalmente e não que você interrompa o trabalho de alguém para falar “olá, eu também sei fazer isso, olha!”. Tudo dentro dos espaços tem o momento certo de acontecer, então se você é um bom profissional e aproveita os momentos certos de compartilhamento, você será encontrado!

 

Outro tipo de venda é do seu próprio produto. Para alavancar alguma ideia a gente sempre lança promoções, isso é normal. Mas não se esqueça que as pessoas estão ali também trabalhando. Não é nada legal ir de mesa em mesa para oferecer um código de desconto ou pedir para provarem algo. Assim como tem hora para se vender, existe também o momento e local para expor o seu produto ou serviço. Fique atento.

 

Preste atenção na organização e higiene

 

Não só no coworking, mas também em escritórios convencionais, esses pontos precisam ser observados. Evitar deixar papéis espalhados pela mesa, conter a vontade louca de não fazer a pausa para o almoço e fazer a refeição ali mesmo no meio do ambiente e em cima do computador. Essa situação, inclusive, além de não ser muito higiênica ainda é cruel com aqueles que estão morrendo de fome.

 

Esse tipo de preocupação com seu espaço e com o do outro, já que é coletivo, pode influenciar diretamente no rendimento do trabalho. Então, se atentar à isso é muito importante.

 

coworking_mesa-bagunça

 

Uma dica!

 

Falamos de algumas coisas do que não fazer e preciso dizer para que você não seja o chato do “shiu” ou da super organização. Pensa que viver em um coworking é o mesmo que morar em um condomínio ou dividir um apartamento, é preciso ter tolerância. Seja leve em relação ao seu dia a dia e seus colegas, isso fará com que você aproveite cada vez mais o espaço e se desenvolva como pessoa e profissional. Estamos acordados?

 

Achou importante? Mimimi? Dê seu feedback e compartilhe com a gente sua experiência de comportamento dentro de um coworking, vamos adorar saber sua opinião!

 
Até a próxima! 🙂

Bárbara Santos

Equipe Vida de Coworking

Facebook Comments
Previous
Coworking como futuro do trabalho, será?
Next
5 motivos para você sair da sua casa e ir de vez para um coworking

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *