vida profissional

6 principais tendências para a vida profissional em 2019

coworkingNetworkingSem categoria

“Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e a vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente”.

O poema “Cortar o tempo”, de Roberto Pompeu de Toledo, nos faz refletir sobre a importância de termos ciclos com início, meio e fim em nossa vida. Ele demonstra a relevância de nos renovarmos, reciclarmos as nossas ideias e assim não chegarmos ao limite da exaustão. Isso vale tanto para a vida profissional, quanto para a pessoal.

Dizem que no Brasil o ano só começa depois do carnaval. Então, você ainda tem alguns dias para se preparar para que 2019 seja um sucesso. Neste texto, trouxe 6 tendências que podem ser seguidas na sua vida profissional, em 2019. Acompanhe!

1. Contratação via aplicativos

É cada vez mais comum a contratação de profissionais várias áreas por meio de aplicativos. Quem popularizou essa prática foi o Uber, oferecendo serviços de corridas de carro por valores mais acessíveis e qualidade superior aos de táxi.

Porém, os motoristas já não têm exclusividade em oferecer serviços por app. Atualmente, é possível contratar diaristas, encanadores, eletricistas, marceneiros, profissionais de marketing, advogados, contadores e até mesmo chamar médicos por um aplicativo.

A tendência é que em 2019 essa realidade seja ainda mais presente e que mais pessoas se habituem a prestar e contratar serviços diversos por meio dos apps e plataformas que colocam clientes e profissionais em contato.

2. Ubiquidade na vida profissional

Ubiquidade significa existir concomitantemente em todos os lugares e essa também é uma tendência que deverá ganhar força no ano de 2019. Enquanto no século XX a onipotência humana imperava, no século XXI estamos nos tornando cada vez mais oniscientes e onipresentes.

As ferramentas de atendimento automático, como os chatbots, demonstram como a ubiquidade está cada vez mais presente na vida profissional. Com elas, é possível realizar atividades sem estar necessariamente no mesmo tempo ou lugar das pessoas com que se relaciona.

Qualquer empresa ou trabalhador autônomo pode criar uma conta no WhatsApp Business, por exemplo. Assim, mensagens automáticas podem ser criadas para responder a dúvidas frequentes dos clientes, mesmo que elas sejam enviadas fora do horário comercial. Isso é ser ubíquo.

3. Prática do BYOD nas empresas

BYOD é uma sigla em inglês para “Bring Your Own Device”, que traduzida para o nosso idioma significa “traga o seu próprio dispositivo”. Trata-se de uma metodologia cada vez mais utilizada por organizações de diversos segmentos.

A ideia é que os colaboradores das empresas possam utilizar os seus próprios dispositivos, como smartphones e tablets, e otimizam a vida profissional. Porém, para que isso aconteça de forma adequada, uma série de políticas precisam ser implementadas para que ocorram benefícios para ambas as partes.

Um exemplo prático do BYOD pode ser observado quando um jornalista utiliza o seu próprio smartphone para fazer a gravação em áudio de uma entrevista. Assim, ele não precisa dispor de um equipamento do veículo de comunicação em que trabalha para desenvolver as suas atividades.

É claro que uma grande indústria não pode obrigar um operário a comprar uma máquina que custa milhares de reais, mas se for preciso utilizar o smartphone para alguma operação, não haverá problema. Hoje em dia é praticamente impossível encontrar alguém que não utilize os equipamentos digitais em sua rotina.

4. Conservação do meio-ambiente

Tragédias ambientais, como o recente rompimento de uma barragem em Brumadinho  MG, têm feito com que as pessoas e empresas cada vez mais fiquem atentas para as questões que envolvem a conservação dos recursos naturais.

Dentro desse contexto, será cada vez mais comum que tenhamos que mudar velhos hábitos nas organizações. Além disso, os próprios clientes estão mais conscientes e cobrando posturas sustentáveis das empresas com as quais fazem negócios.

Ações simples do dia a dia, como cada colaborador levar a sua caneca para o trabalho, em vez de usar copos plásticos descartáveis, ajudam para que o meio ambiente seja conservado. Afinal, se cada um fizer a sua parte teremos um resultado muito mais positivo, concorda?

5. Trabalho remoto

O home office ou trabalho remoto é uma tendência que deve se intensificar em 2019. Isso se justifica pela recente reforma trabalhista, implementada em 2017 pelo ex-presidente Michel Temer. A legislação regulamenta esse tipo de trabalho.

Além disso, o trabalho remoto gera economia para as organizações, que não precisam gastar pagando vale-transporte para os funcionários, por exemplo.

As ferramentas tecnológicas, como os softwares em nuvem e as plataformas online, também contribuem para que as atividades da vida profissional feitas em casa sejam tão eficientes quanto o serviço feito na sede da empresa.

6. Uso de coworkings

Os coworkings são escritórios compartilhados em que profissionais de diversas áreas dividem o mesmo espaço para desenvolver as suas atividades de trabalho. Esse modelo está em constante crescimento e deve ser acentuado em 2019.

Nos escritórios compartilhados, os profissionais liberais podem receber clientes para reuniões, organizar eventos, desenvolver treinamentos ou simplesmente utilizarem as estações e demais recursos para efetuarem as suas atividades.

Profissionais que trabalham no esquema home office e que sentem falta de um ambiente em que possam interagir com outras pessoas também podem se beneficiar com os coworkings.

Esses espaços já estão presentes em diversas capitais e grandes centros urbanos brasileiros. Na rede do BeerOrCoffee, por exemplo, já são mais de 500 espaços de trabalho compartilhados.

Essas são algumas das principais tendências para a vida profissional em 2019. Você está preparado para elas? Lembre-se de que é importante estar sempre alinhado com o que está em alta no mercado e assim conquistar uma carreira de sucesso.

Se você se identifica com essas ideias, aproveite para garantir uma diária gratuita em um dos mais de 500 espaços de coworking da rede do BeerOrCoffee. É só clicar aqui!

 


Texto escrito por Lucas Flores, Relações Públicas e mestre em Letras, Cultura e Regionalidade. Desde 2013, trabalha com produção de conteúdo para web e há cerca de um ano trocou o interior do RS pela capital Porto Alegre.

atendimento ao cliente

7 dicas essenciais de atendimento ao cliente para colocar em prática em 2019

Sem categoria

Independentemente se você é um freelancer, nômade digital ou dono de uma pequena, média ou grande empresa, o atendimento ao cliente é essencial para o sucesso dos negócios.

Ainda que isso seja notório, trata-se de algo que precisa de melhorias e, muitas vezes, de profissionalização. Nesse contexto, vale dizer que isso é ainda mais importante em um momento no qual o consumidor está bem informado e muito exigente.

Pensando nisso, decidi escrever este texto em que mostro 7 dicas essenciais de atendimento ao cliente que você deve colocar em prática em 2019. Se você quer se destacar junto aos seus consumidores, fique atento às ideias a seguir.

1. Sorria para os clientes

Essa dica pode parecer boba, mas acredite: faz toda diferença. Um sorriso é essencial e o seu maior quebra-gelo no momento de estabelecer uma parceria mais próxima com seu cliente. Um sorriso é algo convidativo e acolhedor e faz muita falta na interação entre marcas e consumidores.

Quando você sorri e oferece assistência — mesmo que seja a distância, por telefone ou por videoconferência —, as pessoas se tornam muito mais acessíveis e as chances de as negociações darem certo aumentarão substancialmente.

2. Use a tecnologia no atendimento ao cliente

Como não poderia deixar de ser, a tecnologia está aí para ajudar pessoas e as empresas no dia a dia. No caso do atendimento ao cliente, a precisão só acontece quando ela é combinada com uma abordagem humana. Faz sentido?

Você pode usar ferramentas como o Zoom, o Lito ou até mesmo o Whatsapp, entre tantas outras ferramentas, que podem melhorar a experiência do cliente. Hoje, mais do que nunca, os usuários estão bem informados e exigentes. Assim, é essencial que as marcas interajam com profundidade e propósito.

3. Otimize sua última impressão

Há um ditado que diz que, se você não cuida dos seus clientes, outra pessoa fará isso em seu lugar. Nesse sentido, vale dizer que seu trabalho não termina quando uma venda é feita ou quando o problema do consumidor é resolvido.

É essencial que a marca atue para deixar uma última impressão correta. Isso não precisa ser algo complexo. Um alegre “até mais” ou um sutil “boa noite” podem funcionar e trazer novas oportunidades. Esses detalhes têm o poder de deixar um impacto forte e duradouro na experiência do cliente.

4. Mantenha uma atitude positiva

É essencial que o time tenha uma atitude positiva nos momentos de interação com os clientes. Quando você tem uma postura convidativa e receptiva, você passa a evitar conflitos de maneira mais simples.

Na Apple, por exemplo, existe existe um conjunto de diretrizes muito específico para os colaboradores. A marca acredita firmemente que os funcionários devem permanecer positivos, de forma a prestar um serviço de excelência para os clientes.

5. Corrija o cliente, mas de forma sutil e correta

Sim, existem situações em que o cliente não está certo. Eles podem ter informações erradas a respeito de um produto e, assim, você terá de corrigi-lo. Nesse caso, é preciso cuidado. Falar “senhor, você está errado” não é a atitude correta.

A empresa poderia dizer algo como “Senhor, ficaria muito feliz em ajudá-lo a esse respeito. Porém, é importante dizer que essa informada está inadequada”.

Nesse exemplo, o cliente não se sentiria mal diante do funcionário da empresa. Por meio dessa técnica, você mantém o usuário mais aberto para receber as informações corretas.

6. Dê respostas rápidas e personalizadas

Infelizmente, não é raro que alguns funcionários tratem uma pergunta ou reclamação do cliente com indiferença. Esse tipo de comportamento não é uma boa ideia, ainda mais em um mercado tão competitivo, onde os concorrentes esperam uma única brecha para conquistar seus clientes.

É essencial que cada caso seja devidamente observado, a fim de que todas reclamações, consultas ou cobrança sejam respondidas de forma rápida, cuidadosa e personalizada.

7. Peça desculpas por qualquer inconveniente

Se acontecer qualquer situação, como o cartão de crédito do cliente não funcionar, é importante que a empresa peça desculpas pelo inconveniente. Por via das dúvidas, é crucial que a empresa deixe bem claro que preza pela melhor experiência do consumidor.

Caso a empresa cometa algum tipo de erro, o pedido de desculpas precisa ser feito com ainda mais cuidado e atenção. Erros acontecem, marcas erram e as pessoas sabem disso. Fingir que nada aconteceu, definitivamente, é a pior decisão que uma empresa pode ter.

Bem, esperamos que essas dicas contribuam para os seus projetos e negócios. É claro que prestar um atendimento ao cliente com excelência é uma construção e precisa ser feita aos poucos.

Mas, quando existe empenho, dedicação e comprometimento, é possível atender os consumidores com mais cuidado e proporcionar as melhores experiências possíveis para os clientes.

No seu caso, qual o maior desafio em relação ao atendimento ao cliente? Conte para a gente nos comentários! =)

 


Este é um texto escrito por Renato Ribeiro: nômade digital e especialista em conteúdo de diferenciação. Ele ajuda marcas e pessoas a terem visibilidade e autoridade online.