gestão financeira

Gestão financeira para freelancers

Networking

A vida de um freelancer muitas vezes começa de forma despretensiosa, onde aquele trabalho é apenas um complemento da renda. Por outro lado, há os freelancers que tem neste trabalho independente, a principal fonte de renda. Para estes dois casos a gestão financeira é indispensável. Afinal é fácil se perder nas contas, e saber gerir os ganhos é uma forma de se estabelecer no mercado.

A gestão financeira está longe de ser uma prática simples e fácil. Tanto que existem áreas de atuação especializadas nisto. Porém, não dá para contar com ajuda profissional o tempo todo, as vezes em momento algum. Portanto é preciso desenvolver esta habilidade para que fechar o mês no vermelho seja apenas uma exceção e não uma regra.

Por que aprender sobre Gestão Financeira?

gestão financeiraMuitos vivem a falsa ilusão de que ser um freelancer é sinônimo de passar o dia todo em casa, assistindo TV, atualizando a séries e de vez em quando se reunindo com os clientes. Triste engano. Um profissional decidido a viver do próprio negócio, precisa saber administrar seu tempo, suas demandas, seus clientes, suas entregas, seus resultados, e adivinhem? Suas finanças.

As vezes acontece de em um mês entrar muito dinheiro, no outro intermediário e logo mais uma quantia quase zerada. Para gerir essa situação, é preciso ter inteligência e planejamento para lidar com as adversidades. Mesmo que uma empresa ou uma terceira pessoa administre a entrada e saída de dinheiro para você, não há como ela saber quais são de fato suas expectativas a longo prazo. Ou seja, só você sabe até onde quer chegar e, principalmente, como quer chegar.

Então, respondendo nossa pergunta acima, aprender gerir as finanças dos seus freelas, do seu negócio, é uma forma de estar atento aos seus rendimentos e até mesmo ao seu potencial lucrativo. Quem sabe organizar seus trabalhos, incluindo a administração do mesmo, estará sempre em ascensão.

Mas, como fazer a gestão financeira do meu pequeno negócio?

Antes mesmo de qualquer dica ou explicação é preciso um ponto de atenção. Você precisa olhar para seus trabalhos como freelancers e enxergá-lo como um trabalho que gera renda e portanto tem grande valor. Dito isto, e certo de que você já enxerga o empreendedor que há em você, segue algumas sugestões para implementar de forma eficaz a gestão financeira da sua vida profissional.

Tenha metas e se dedique a cumprí-las

Quando você não estabelece metas para sua rotina, acaba se perdendo no desenvolvimento das demandas do dia-a-dia, e no planejamento do que pode vir a entregar. Sim, quando trabalhamos com metas, temos motivações, afloramos o instinto criativo. Afinal há um lugar a se chegar, um caminho a ser percorrido. Então, crie metas e foque em cumprir cada uma delas.

O acompanhamento das finanças 

gestão financeira

De nada adianta traçar metas, e até mesmo cumprí-las, se você não tem noção do retorno financeiro que isto está lhe rendendo. Você precisa criar seu fluxo de caixa. E nele contemplar todos os seus ganhos e todos os seus gastos, atualizando-o periodicamente. Quanto mais detalhado, mais você tem condições de entender do seu negócio, dos seus potenciais e, principalmente, como precificar.

Invista em você, invista no que acredita

Ao longo do tempo, sua rotina como freelancer vai se aperfeiçoando. Assim como qualquer outra forma de atuação profissional. Aqui, a diferença é que não dá para ficar esperando alguém alertá-lo de onde precisa melhorar, aperfeiçoar técnicas ou comprar materiais de suporte. Na vida de freelancer você tem que ter noção das suas necessidades, portanto invista na sua capacitação, nas suas habilidades em se lapidar.

Seu escritório, sua vida

Jamais confunda seu espaço de lazer, descanso e sossego com a rotina profissional. Muitos freelancers se encontram dentro dos espaços coworkings. Afinal estes lugares garantem infraestrutura, networking, qualidade de vida, tudo a um preço mais acessível. Sim, os espaços colaborativos são fortes aliados de quem precisa de concentração para trabalhar. Isso sem perder a flexibilidade de horários, a capacidade de produzir sem se prender  a uma vida de escritório tradicional. Para você que não conhecer um coworking, ou mesmo nunca se imaginou atuando em algum deles, leia mais sobre como os coworkings podem ser fortes aliados de quem pretende investir na carreira empreendedora.

Número de Clientes x  Despesas pessoais

gestão financeiraMuitos freelancers, conforme vão aumentando a carteira de clientes, vai se deslumbrando com as possibilidades que surgem. Quando sugerimos dosar a quantidade de clientes com as despesas pessoais, estamos falando exatamente da inteligência emocional de lidar com o aumento na carteira de clientes, que pode variar a qualquer momento, com o proporcional aumento nas despesas pessoais.

Se você ficou receoso da sua capacidade de gerir as próprias finanças, já avisamos: ninguém nasce sabendo. E ainda assim aos que desenvolvem habilidades, certamente ainda vai errar algumas vezes. Mas é só assim que se aprende algo. Ter medo é muito comum, e tudo bem sentir isto. O que não pode é deixar esse medo te paralisar.

Preparado para iniciar a gestão financeira dos seus freelas? Então, não se reprima! Vá em frente que você é a pessoa mais indicada para acompanhar de perto a evolução dos seus negócios.

Boa sorte e até a próxima!

novos clientes

Freelancer: como captar novos clientes

Coworking ProfissõesNetworking

Prestar serviço com freelancer é uma excelente oportunidade para quem quer aumentar a renda, sair do desemprego, ter qualidade de vida, entre tantos outros motivos. Ser responsável pela sua própria renda requer uma busca contínua por novos clientes. E é exatamente sobre isso que vamos conversar por aqui hoje.

Conheça seu mercado de atuação

Para captar novos clientes, não basta ser um bom profissional e dominar sua área de atuação. É preciso conhecer bem o mercado onde está inserido. Só assim novos planejamentos e novas prospecções saem de acordo com as expectativas dos clientes.

Fazer este reconhecimento do mercado é essencial não somente para garantir novos clientes, mas também para manter os antigos. Estar por dentro de tendências, inovações e melhorias é fundamental para aprimorar o trabalho. E, consequentemente, fazer entregas mais produtivas e adequadas ao cenário atual do meio em que atua.

Ao escolher viver como freelancer, você precisará desenvolver algumas habilidades básicas que envolvem a vida de um empreendedor autônomo. Como: práticas de negociação, precificação do seu produto ou serviço e a habilidade em otimizar seu tempo, tudo isso a fim de conciliar seu negócio com sua vida pessoal, sem que um interfira no outro.

Para que estas habilidades se desenvolvam de forma objetiva e direcionada, entender o mercado para o qual está trabalhando é indispensável. Pois só com o domínio desta informação você consegue definir os melhores horários para desenvolver suas atividades. Definir os preços adequados ao público com o qual está trabalhando. E, principalmente, fazer as melhores entregas.

novos clientes

Conheça o perfil dos novos clientes

Se você se dedica a conhecer o mercado no qual está atuando, conhecer os clientes com os quais vai trabalhar é parte estratégica nesse processo. Há dois modos de definir o público com o qual se trabalha. No primeiro modo você é escolhido por eles, ou seja, começa desempenhando alguma atividade. E seja através de amigos, indicações ou conhecidos, começa a ser procurado por pessoas interessadas no seu serviço. A segunda forma é quando você determina o perfil do público que deseja prospectar e determina estratégias para alcançá-los.

De uma forma ou de outra, em ambos os casos é preciso foco e consciência de quais são os perfis dos clientes. Para isso, conversas, reuniões, brainstorms, briefings, ligações, videoconferências são sempre oportunidades de estar em contato com eles e, claro, buscando entender melhor as expectativas. Além dessas ações diárias, solicitar feedbacks e pesquisas com  esse público são excelentes opções para aqueles que têm interesse em aprimorar e desenvolver a prestação do serviço.

Os feedbacks, muitas vezes, podem vir em formato de agradecimento na hora de uma entrega. Daí cabe ao freelancer estender uma conversa e saber do cliente em quais aspectos se sentiu mais bem atendido e em que momento percebeu pontos a melhorar. Caso não haja esse espaço, ou seja, o cliente não lhe dê um retorno sobre a entrega, não há nenhum problema em solicitar isto dele. Inclusive, é uma forma de mostrar interesse em melhorar sempre.

A pesquisa já exige um planejamento melhor. Não precisa vir após uma entrega, pode ser pensada de forma mais estratégica. Obviamente que o tempo para aplicar esta pesquisa precisa ser curto, para que o cliente esteja com as entregas e resultados frescos na mente. Mas aqui cada situação requer análise do próprio profissional, que deve olhar para a situação e para a sua relação com o cliente e aí sim determinar o melhor momento.

Networking: presencial x online

Nada de procrastinação! Fazer novos contatos, reativar sua lista de e-mails, reencontrar colegas com quem trabalhou ou desenvolveu projetos é sempre importante. Quando você vai a um evento e conhece novas pessoas, abre o leque para possibilidades diferentes. Em contrapartida, quando reativa alguma base de contatos, se conecta a pessoas com a qual tenha afinidades e cases de sucesso.

novos clientes
Espaço: Impact Hub Belo Horizonte

Tá, mas o que querem dizer com tudo isso? Que não importa se você está mantendo seu networking ativo de forma off ou online. Se é através de e-mail e redes sociais ou num workshop presencial. O que realmente importa é como você está fazendo seu branding.

Trabalhar seu nome está diretamente ligado a fazer networking. Da mesma forma que uma empresa precisa otimizar sua marca, você precisa otimizar sua imagem dentro do mercado. E divulgar sua imagem vai desde o lado profissional, quanto alguns aspectos pessoais que acabam por refletir na sua rotina de trabalho.

Captar novos clientes, por exemplo, é uma necessidade constante. E seja por meio do seu Facebook ou através de uma visita ao cliente, é indispensável tornar seu nome/sua marca. Viva na cabeça dos clientes, dos parceiros, dos amigos. Sim, todos estão predispostos a uma indicação, basta você saber marcar presença.

Ah, e claro, não podemos deixar de citar um ponto importante. A divulgação do seu trabalho como freelancer sempre vai conciliar o online e o boca a boca. Não há como trabalhar apenas um ou outro ponto. Pois os dois contribuem diretamente para o sucesso do seu negócio, obviamente cada um com suas especificidades.

Coworking nosso de cada dia

Sempre contamos por aqui das vantagens de aderir ao coworking como estação de trabalho. Para os freelancers então, essa é uma oportunidade única de se conectar ao mercado, fazer networking, reduzir despesas, conhecer novas oportunidades.

Dentro dos coworkings há grandes possibilidades de ampliar sua rede de contatos e até mesmo prospectar potenciais novos clientes. Um espaço que motiva, inspira e contribuiu para a troca de experiências e informações entre os adeptos. Tudo isso, obviamente, conciliado à flexibilidade de horário e gestão da carga horária. Os coworkings funcionam para diversos tipos de profissão, não importa o que você faz como freelancer.

Para entender melhor como funciona um coworking, chega aqui que te contamos mais! Ah, e se você, além de freelancer, se vê como um nômade digital, também vai curtir essas dicas.

Até a próxima! 🙂