VIDA DE COWORKING

Tudo sobre espaços de trabalho como nova forma de vida

sentio hero
era do trabalho remoto

Como engajar equipes na era do trabalho remoto? Dê atenção e capriche nos benefícios

Sem categoriaTrabalho remoto

Com o trabalho remoto cada vez mais adotado pelas empresas, o engajamento das equipes continua a ser um desafio. Vamos conferir alguns benefícios para envolver melhor os colaboradores? Vem com a gente!

O trabalho remoto já era comum em algumas organizações, mas, com a pandemia, se tornou cada vez mais popular. No entanto, muitos líderes ainda se desdobram para descobrir como engajar e reunir a equipe, mesmo a distância. Os desafios continuam os mesmos, mas existem muitas formas de melhorar a produtividade no trabalho remoto.

Uma dúvida muito grande dentro do trabalho remoto são os benefícios que podem ser oferecidos aos colaboradores para um maior engajamento e união da equipe.

Neste texto, mostramos que no trabalho remoto dá para ir muito além dos benefícios comuns, como vale alimentação e plano de saúde e odontológico. Vamos conferir alguns desses benefícios na era do trabalho remoto?

1- Auxílio home office

Com cada colaborador em um lugar, muitas empresas optaram por transmitir conforto para seus funcionários. Enquanto umas cederam cadeiras, notebooks e outras tecnologias, outras auxiliaram com caixas de som, mouse pad e muito mais. Afinal, uma produção de qualidade precisa de equipamentos.

O Kit Anywhere Office, do BeerOrCoffee, a maior plataforma de espaços de coworking do país, funciona desse jeito. Com opções de mochilas, fones de ouvido e muito mais, a empresa pode auxiliar seu colaborador onde ele estiver. A ideia é dar liberdade de onde trabalhar, mas com ferramentas adequadas para um bom trabalho.

2- Vale delivery alimentação

era do trabalho remoto

O vale-refeição ou alimentação está de cara nova em várias empresas. Como a pessoa que trabalha em casa não tem mais tempo para cozinhar e comer marmita em casa fica um pouco estranho, por assim dizer, várias empresas fazem parcerias com delivery de comidas.

O ifood, por exemplo, mesmo tem uma modalidade Office, que entrega para o colaborador refeições quentinhas e deliciosas onde ele estiver. Pensando isso, o BeerOrCoffee passou a oferecer o Snack Time, em que funcionário pode comer um lanchinho na parte da tarde em algum coworking, enquanto trabalha, fazendo o pedido pelo iFood Corporativo.

3 – Auxílio creche

Trabalhar em casa e cuidar das crianças é algo sem sentido, certo? Ou você faz uma coisa ou faz outra, ou seja, as duas juntas nem sempre dão certo. Com as aulas remotas, muitos pais se viram na situação de dar conta de serviços domésticos e empresariais ao mesmo tempo.

Com o auxílio creche, você consegue um lugar confiável e seguro para deixar as suas crianças. Ah, mas aí eu volto para casa? Você pode, por exemplo, trabalhar em algum coworking perto da creche dos filhos. Assim, consegue cumprir o compromisso com as crianças e a jornada no trabalho, sem atrasos.

4- Parcerias com coworkings

Trabalhar sempre em casa, olhando para o mesmo local, acaba caindo na rotina e deteriorando a qualidade do trabalho criativo. Por isso, o home office cedeu lugar ao anywhere office.

O trabalho remoto não precisa ser sempre no mesmo lugar. Você pode variar pela cidade e cada dia trabalhar em um bairro diferente. Por isso, muitas organizações preferem fazer parcerias com coworkings, para seus colaboradores trabalharem onde preferirem, sem estresse e sem cair na rotina. Com o OfficePass do BeerOrCoffee, por exemplo, sua empresa pode ter acesso a centenas de coworkings, em 160 cidades.

5- Escritórios pet friendly

era do trabalho remoto

Muitos coworkings são pet friendly. Ou seja, seu fiel companheiro não precisa ficar sozinho em casa enquanto você explora os coworkings por aí. Bom, nem todos aceitam animais, mas os que aceitam são uma boa ideia para você e seu pet mudarem de ares.

Além disso, você pode também conseguir descontos em petshops e hotéis, além da boa e fiel pet sitter. Mas vamos combinar, é muito melhor trabalhar perto do seu filho de quatro patas e saber o que ele está fazendo, certo? E nisso os coworkings ajudam bastante.

6- Anywhere Office

Liberdade geográfica e estabilidade financeira são dois sonhos possíveis, e o anywhere office, ou trabalho de qualquer lugar, veio para provar isso. Imagine experimentar diversos coworkings em diferentes lugares do Brasil.

Um dia na praia, outro na montanha, imagina que legal! Ainda mais se você trabalhar com a criatividade, além de não cair na rotina, você conhece novos locais e tem mais histórias para contar! Alguns coworkings inclusive promovem parcerias com outras redes, para você variar o local de trabalho sempre que desejar.

Conclusão

Como você pôde conferir ao longo do texto, os benefícios na era do trabalho remoto são bastante diversificados e podem surpreender seus colaboradores.

Com eles, a equipe se sente engajada e unida em um mesmo ideal. Afinal, quando você lancha em uma tarde em Belo Horizonte, por exemplo, seu colega de trabalho também lancha no Rio de Janeiro, com os benefícios da mesma empresa.

Os benefícios são ótimos, por exemplo, para ajudar na produtividade dentro do trabalho remoto. Por falar nisso, baixe nosso ebook sobre produtividade no trabalho remoto e fique por dentro de tudo relacionado ao assunto.


Texto de Isabella Lanna, publicitária, jornalista e redatora de conteúdo para a web.

Facebook Comments

Tendências do trabalho remoto: números e insights para a sua empresa

Sem categoria

Neste texto, vamos falar de tendências do trabalho remoto — todos embasados em estudos e experiências de algumas das maiores e mais respeitadas empresas e universidades do mundo.

Tendências do trabalho remoto: crescimento no mundo

O relatório Estatísticas de Trabalho Remoto para 2019, da FlexJobs, mostrou que entre 2016 e 2017 o trabalho remoto cresceu 7,9%. Além disso, o estudo apontou que nos últimos cinco anos a força de trabalho remota aumentou 44%; nos últimos 10 anos, 91%; e nos últimos 12 anos, 159%. Isso mostra uma grande crescente do trabalho remoto.

Bem-estar no trabalho

Em 2016, Phyllis Moen e Erin L. Kelly (da Universidade de Minnesota e do MIT, respectivamente) estudaram colaboradores de empresas da Fortune 500 e fizeram testes com algumas equipes que estavam vivendo experiências de trabalho remoto e horário flexível.

O grupo remoto estudado apontou “níveis mais altos de satisfação no trabalho e níveis reduzidos de burnout e estresse psicológico” do que os funcionários não remotos. Esses profissionais da pesquisa também puderam reduzir o número de reuniões, o que aumentou a produtividade e ajudou no equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

“Os trabalhadores de hoje são bombardeados por conselhos sobre como conciliar trabalho e a vida familiar. Nosso estudo deixa claro que as iniciativas organizacionais, incluindo programas que promovem maior flexibilidade e controle para os trabalhadores, bem como maior apoio do supervisor, são necessárias. ” Phyllis Moen, da Universidade de Minnesota

Mais engajamento

Segundo o relatório Gallup State of the American Workplace, os níveis de engajamento para trabalhadores remotos cresceram. A pesquisa da Gallup apontou que os colaboradores remotos são um pouco mais engajados (32%) do que os profissionais que atuam nos escritórios tradicionais (28%).

Além disso, o estudo mostrou que a maioria das pessoas que trabalham remotamente têm um senso de pertencimento mais forte em relação às equipes que atuam na sede da empresa. O sentimento por parte das equipes a distância é de que suas “opiniões parecem contar”, ainda que a comunicação seja feita somente pela internet.

Férias dos trabalhadores remotos

Segundo o estudo State of Remote Work de 2019, da Buffer, 32% dos profissionais remotos contam com férias ilimitadas. Apesar disso, a maior parte deles tira entre duas e quatro semanas de férias no decorrer de um ano. É provável que isso tem a ver com a flexibilidade que existe em uma rotina remota.

Quando as pessoas têm mais liberdade e controle sobre seus horários, elas ficam menos estressadas e não sentem tanta necessidade de férias como se trabalhassem no escritório tradicional. Isso é de fato mais uma das tendências do trabalho remoto.

 tendências do trabalho remoto


Mais produtividade

Um estudo da universidade Stanford de 2012 apontou que a flexibilidade do trabalho remoto pode ser essencial para aumentar a produtividade.

O professor Nick Bloom, do departamento de economia de Stanford, estudou o desempenho de equipes da CTrip.com, uma companhia com sede em Xangai, avaliada em bilhões de dólares.

Bloom e seus colegas compararam a eficiência das pessoas que trabalhavam remotamente quatro dias por semana em relação às equipes que atuavam no escritório convencional. A pesquisa apontou que a transição para o universo remoto aumentou a produtividade dos profissionais em 13%.

Os pesquisadores disseram que esse aumento da produtividade se deu por duas questões: pausas mais curtas (9%); ambiente de trabalho menos perturbador (4%).

Além disso, as equipes ficaram mais tempo na empresa e destacaram um nível mais alto de felicidade em relação aos seus colegas que não trabalhavam remotamente.

Mais foco

Uma equipe de pesquisadores apontou que o ambiente de trabalho afeta a concentração dos colaboradores. De 2008 a 2014, por exemplo, o número de profissionais que disseram não conseguir se concentrar em sua mesa aumentou 16%.

Ao mesmo tempo, o número de equipes que não consegue ter acesso a locais silenciosos para focar nas suas atividades cresceu em 13%.

Além disso, o número de profissionais que estão mais preocupados com sua privacidade no ambiente de trabalho cresceu 74% em dez anos.

O que achou dessas tendências do trabalho remoto? Na sua empresa, é possível trabalhar de maneira remota ou essa é uma realidade ainda muito distante? Deixe seu comentário.

Facebook Comments
  • Share on: